Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Operação das Polícias Civis do PR e do RS combate golpe do bilhete premiado

29/02/24 às 09:33 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

A Polícia Civil do Paraná (PCPR), em apoio à Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PCRS), está nas ruas desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (29) para cumprir oito ordens judiciais contra um grupo ligado ao golpe do bilhete premiado. Estima-se que o prejuízo causado às vítimas seja de R$ 600 mil. As ordens judiciais a serem cumpridas em Curitiba são cinco mandados de busca e apreensão e três de prisão temporária.


A ação faz parte da Operação Ilusio II, que também acontece nos estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo. Além dos mandados cumpridos no Paraná, há outras 13 ordens judiciais.


No golpe do bilhete premiado, uma vítima é abordada em via pública. O estelionatário se passa por uma pessoa humilde e diz que possui um bilhete da loteria premiado. Em seguida, outros golpistas aparecem e simulam uma ligação para o gerente de um banco, que confirma que o suposto bilhete é verdadeiro. 

Leia mais:

Imagem de destaque
TRAGÉDIA

Guincho tem cabine arrancada e homem morre na área de escape da BR-376

Imagem de destaque
TRABALHO EM ANDAMENTO

DER/PR executa reforma geral em ponte na PR-439, em Santo Antônio da Platina

Imagem de destaque
EDTG

Escola de Dança Teatro Guaíra estreia nova temporada de apresentações nos colégios

Imagem de destaque
VÁRIAS CIDADES

PCPR prende 11 pessoas em operação contra grupo criminoso ligado a roubos a fazendas


Depois, os golpistas convencem a vítima a transferir valores, entregar cartões e outros itens financeiros para o falso vencedor como garantia, acreditando que ficará com parte do prêmio. A prática criminosa acontece geralmente na proximidade de agências bancárias.


Durante as investigações, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul verificou que os indivíduos convertiam parte do valor que conseguiam com os golpes em moeda estrangeira e outra parte em criptomoeda.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá