Pagamento da 1ª parcela ou cota única do IPVA 2019 inicia dia 24

Julia Neris
Paraná | Publicado em 14/01/2019 às 11:22

Os proprietários de veículos automotores do Paraná devem ficar atentos ao vencimento da 1ª parcela ou cota única do IPVA 2019. A data de vencimento será entre os dias 24 e 30 de janeiro de 2019, variando de acordo com os números finais da placa.

Caso opte pelo pagamento à vista, o contribuinte terá um desconto de 3% no valor final. Já o contribuinte que preferir dividir o pagamento do IPVA 2019 em três cotas, deverá ficar atendo aos prazos. O pagamento da primeira cota será entre os dias 24 e 30 de janeiro; o vencimento da segunda cota será entre os dias 21 e 27 de fevereiro e a terceira e última cota deverá ser quitada entre os dias 21 e 27 de março de 2019, de acordo com os números finais das placas.

Neste exercício, os contribuintes receberão em casa apenas uma correspondência, contendo a Guia de Recolhimento para pagamento em cota única (à vista) do IPVA 2019. Quem optar por parcelar o IPVA em três cotas deve entrar no Portal da Secretaria da Fazenda (www.fazenda.pr.gov.br) e imprimir as guias de recolhimento.

O pagamento também poderá ser feito usando somente o número do RENAVAM nos bancos credenciados – Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento, Santander e Sicredi.

Em 2019 o Paraná contará com 4,3 milhões de veículos tributados e outros 2,6 milhões não tributados. A expectativa é de que o IPVA lançado para o próximo ano atinja R$ 3,4 bilhões.


Fonte: RBJ 



Relacionados

Curitiba | 19-03-2019 11:35

Cresce 35,3% número de empresas abertas no Paraná em fevereiro

Cresce 35,3% número de empresas abertas no Paraná em fevereiro

Paraná | 18-03-2019 23:25

Projeto obriga bancos a ter estacionamento para clientes

Projeto obriga bancos a ter estacionamento para clientes

Arapongas | 18-03-2019 23:21

Idosa morre após cair de árvore

Idosa morre após cair de árvore

Londrina | 18-03-2019 19:36

Dono da Iguaçu do Brasil é condenado por estelionato pela terceira vez

Dono da Iguaçu do Brasil é condenado por estelionato pela terceira vez

PUBLICIDADE