Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Paraná chega a 1 milhão de doses aplicadas contra a gripe, mas cobertura é baixa

29/04/24 às 15:48 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

Com 1.014.223 doses aplicadas contra a gripe (Influenza) desde o início da campanha, em 25 de março, o Paraná chegou a 25,36% de cobertura vacinal dos grupos prioritários. Apesar do número colocar o Estado em quinto lugar no ranking nacional de vacinação em relação aos demais estados, mais de 3,5 milhões de pessoas ainda não compareceram para receber a dose contra a doença. 


Os dados da plataforma nacional do Ministério da Saúde são referentes à 26ª Campanha Nacional contra a Influenza, que segue oficialmente até o dia 31 de maio. A vacinação é direcionada aos públicos elegíveis, como idosos, crianças (a partir dos seis meses a menores de seis anos de idade), gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores da saúde, professores, entre outros.


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) já recebeu 3.172.000 doses do imunizante para as 22 Regionais de Saúde, contemplando todos os 399 municípios. Elas são trivalentes, fabricadas pelo Instituto Butantan e possuem três tipos de cepas de vírus combinadas: A (H1N1); A (H3N2) e B (linhagem B/Victoria). Crianças que vão receber a vacina pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias. A partir de 9 anos de idade é necessária apenas uma dose.

Leia mais:

Imagem de destaque
PARALISAÇÃO

Após três dias, assembleia encerra greve dos professores do Paraná

Imagem de destaque
EXPERIÊNCIAS

Descubra a magia do Parque Estadual de Vila Velha em junho: Caminhadas noturnas, Trilha da Fortaleza e Festa Junina

Imagem de destaque
EXAMES PERICIAIS

Polícia Científica já concluiu mais de mil requisições de perícia para crimes ambientais

Imagem de destaque
DESDE 1940

Tecpar comemora 84 anos com implantação de novo parque tecnológico


A vacina da Influenza pode ser administrada na mesma ocasião de outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação e também com outros medicamentos, desde que as administrações sejam feitas com seringas e agulhas diferentes em diferentes locais. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os doadores de sangue que tiverem sido vacinados contra Influenza devem aguardar 48 horas após a vacinação para doarem.


“Nossa meta é chegar aos 90% de cobertura vacinal, então ainda temos muito trabalho pela frente. Queremos convocar aqueles que ainda não se vacinaram para que façam isso antes da mudança de temperatura e da chegada do frio”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. 


Estado alerta sobre riscos e proibições dos "vapes" e reforça disponibilidade de tratamento

Secretaria da Saúde reforça ações contra hipertensão, que afeta mais de 20% da população

17 MILHÕES – Até ao momento já foram aplicadas 17.286.961 em todo o País, que tem uma população-alvo de 75.811.681 pessoas, o que representa 25,88% de cobertura vacinal de gestantes, puérperas, idosos, crianças, povos indígenas vivendo em terras indígenas, entre outros. Na frente do Paraná em números absolutos estão os estados de São Paulo (4.152.97), Minas Gerais (2.090.585), Rio Grande do Sul (1.541.735) e Rio de Janeiro (1.462.969).    


2023 – No ano passado, o público-alvo para a vacinação da gripe no Paraná contemplava 4.627.656 pessoas. Deste quantitativo, o Estado atingiu 55,40% de cobertura vacinal geral dos grupos prioritários e 52,61% de cobertura dos povos indígenas.



Quem deve tomar a vacina

Crianças de seis meses até 5 anos e 11 meses;


Gestantes;


Mulheres que tiveram filho recentemente;


Povos indígenas;


Pessoas acima de 60 anos; 


Trabalhadores da saúde;


Professores das escolas públicas e privadas;


Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;


População privada de liberdade;


Funcionários do sistema prisional.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá