Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Paraná recebe mais 512 mil imunizantes contra Influenza; vacina disponível

25/03/24 às 16:00 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

O Paraná recebeu nesta segunda-feira (25) um segundo lote de vacinas contra a gripe com 512 mil doses. O primeiro, com 440 mil doses, já começou a ser utilizado nas 22 Regionais de Saúde. Os novos imunizantes estão armazenados no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e deverão ser distribuídos na próxima semana, junto com o novo carregamento de 432 mil doses, que chega nesta terça-feira (26).   


Os imunizantes são destinados à Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deste ano, que começou nesta semana. O período de vacinação vai até o dia 31 de maio, sendo 13 de abril o Dia D de mobilização nacional. A meta é imunizar pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários, incluindo crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais e povos indígenas. De acordo com o Ministério da Saúde, estes grupos representam 4.556.962 pessoas em todo o Estado.


“Temos que fazer a vacinação contra a gripe acontecer em todos os 399 municípios. Estamos com grandes expectativas para alcançar a maior cobertura possível e para isso fazemos um apelo a todas as pessoas que integram os grupos prioritários para que compareçam ao posto de vacinação mais próximo ao longo desta semana e durante a campanha, que vai até maio”, disse o secretário da Saúde, Beto Preto.

Leia mais:

Imagem de destaque
INVESTIGAÇÕES

PCPR identifica e prende suspeitos de homicídio em Curitiba

Imagem de destaque
ENCHENTES

Cães e bombeiros do Paraná embarcam para o RS para ajudar em buscas por vítimas

Imagem de destaque
AJUDA HUMANITÁRIA

Campanha de doações do Estado já reuniu 11,5 mil toneladas ao Rio Grande do Sul

Imagem de destaque
TECNOLOGIA

TCU conhece ferramentas do Paraná para promoção do desenvolvimento urbano


GRUPOS PRIORITÁRIOS – Os grupos prioritários incluem ainda trabalhadores da saúde, educadores do ensino fundamental e superior, pessoas em situação de rua, profissionais das forças de segurança e resgate, membros das forças armadas, indivíduos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições médicas especiais (independentemente da idade), e pessoas com deficiência permanente.


Caminhoneiros, trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longa distância), trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, assim como adolescentes e jovens em medidas socioeducativas (de 12 a 21 anos) também integram a lista.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá