Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Paraná tem mais médicos por habitantes do que a média nacional, aponta pesquisa

09/04/24 às 16:00 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

A quantidade de médicos praticamente dobrou em 13 anos no Paraná. O número foi de 18.972 profissionais em 2011 para os atuais 37.144, um aumento de 96% no período. O levantamento Demografia Médica 2024, publicado nesta semana pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), também aponta que de 2011 para cá a média de profissionais no Estado saltou de 1,82 para 3,2 para cada grupo de mil habitantes.


A média paranaense é maior do que a nacional. Com o total de 598.573 profissionais, o Brasil tem a densidade de 2,81 médicos para cada grupo de mil habitantes. Apenas Distrito Federal (6,1), Rio de Janeiro (4,3), São Paulo (3,7), Espírito Santo (3,6), Minas Gerais (3,5) e Rio Grande do Sul (3,4) têm médias superiores. Maranhão, último da lista, tem média de 1,3.


Curitiba é a cidade com mais profissionais: são 15.902. Ou seja, 43% dos médicos do Estado atuam na Capital. Com isso, o município tem uma densidade quase três vezes maior do que a paranaense: são 8,83 médicos para cada grupo de mil habitantes da Capital. No Interior, que tem o total de 21.242 médicos, a densidade é de 2,16 por mil habitantes.

Leia mais:

Imagem de destaque
SAÚDE

Estado investe R$ 7,5 milhões em novos tomógrafos para o Hospital do Trabalhador

Imagem de destaque
RESTRIÇÃO

Liminar suspende leilão de três lotes de PPP da Sanepar

Imagem de destaque
17,3 TONELADAS

Movimentação geral nos portos paranaenses cresce 12% no primeiro quadrimestre

Imagem de destaque
OPERAÇÃO

Com mais de 200 policiais, Estado intensifica atuação das forças de segurança no Oeste


Nos dois indicadores o Paraná também aparece acima da média nacional (1,89 no Interior e 7 nas capitais). No Interior, são 2,2 médicos/100 mil no Paraná, atrás apenas de São Paulo (2,7), Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina (2,6) e Rio Grande do Sul (2,3). Na Capital, a média paranaense de 8,8/100 mil só perde para Espírito Santo (18,7), Rio Grande do Sul (11,8), Santa Catarina (10,5), Minas Gerais (10) e Pernambuco (9,9).


A maioria dos médicos que atua no Paraná tem Registro de Qualificação de Especialidade (RQE). São 20.911 com especialidade no Estado, o que representa 56,2%. Os médicos sem especialidade são 16.233 – percentual de 43,8%.


Já a média de idade dos médicos no Paraná é de 43,59 anos. A média de tempo de formado, por sua vez, é de 17,37 anos. Os homens seguem como maioria entre os médicos no Estado, representando 53,1%. As médicas representam 46,9% do total – 17.404 mulheres.


NOVOS HOSPITAIS – O Governo do Paraná está investindo R$ 260 milhões na construção ou ampliação de 11 hospitais. As unidades estão distribuídas em seis Regionais de Saúde nos seguintes municípios: Guaratuba, São José dos Pinhais, Curitiba, Colombo, Rio Branco do Sul, Guarapuava, São Mateus do Sul, Salto do Lontra, Santo Antônio do Sudoeste, Ubiratã e Cianorte.


Os investimentos na construção das unidades são parte de uma estratégia de distribuição do atendimento em saúde pelas regionais, fazendo com que os pacientes não precisem viajar grandes distâncias para realizar consultas ou cirurgias.


Desde 2019, já foram inaugurados, entre unidades próprias e convênios com prefeituras, hospitais em Ivaiporã, Telêmaco Borba, Guarapuava, Cornélio Procópio e Boa Vista da Aparecida. Também começaram a funcionar hospitais em Cafelândia e Toledo, que contaram com o apoio do Estado para aquisição de equipamentos e mobiliários.


Ao todo, considerando os investimentos em postos de saúde e Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMES), são mais de 800 obras em andamento visando a descentralização dos atendimentos à população.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá