Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Prefeitura de Antonina exclui postagem que indicava suco de inhame para tratamento da dengue

20/03/24 às 10:25 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

A partir de atuação do Ministério Público do Paraná, a Prefeitura de Antonina, no Litoral do estado, removeu publicação institucional em rede social que continha informação inverídica relacionada à prevenção da dengue. A postagem indicava a ingestão de suco de inhame cru como um possível tratamento para a doença, orientação que não possui nenhuma comprovação científica e não é indicada pelas autoridades sanitárias.


A exclusão do conteúdo pelo Executivo Municipal de Antonina decorre de recomendação administrativa expedida pela 1ª Promotoria de Justiça da comarca, que identificou o possível dano à saúde pública com a publicação da informação inverídica.


Em ofício encaminhado na última sexta-feira, 15 de março, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou a remoção da informação divulgada nas redes sociais e que a mesma teria ocorrido por um “erro humano”, não tendo sido previamente autorizada pelo gestor público. Além da remoção da postagem, o Ministério Público do Paraná recomenda que os agentes públicos do Município de Antonina busquem informações em fontes confiáveis, como o Ministério da Saúde, para a elaboração de suas comunicações, especialmente aquelas direcionadas à prevenção da dengue e outras enfermidades.

Leia mais:

Imagem de destaque
NO PARANÁ

Com programa Parceiro da Escola, Governo do Estado quer expandir qualidade da educação

Imagem de destaque
DADOS DO IBGE

Paraná teve a maior proporção de vacinados contra a Covid-19 do Sul em 2023

Imagem de destaque
APOIO AO RS

Paraná envia assistentes sociais ao Rio Grande do Sul para apoio às equipes locais

Imagem de destaque
SANEAMENTO

Prefeitura de Londrina garante que investiu mais de R$ 30 mi contra alagamentos


Emergência – Por conta do aumento expressivo do número de casos confirmados e de mortes ocasionadas pela dengue, o Governo do Estado decretou, na última semana, situação de emergência em saúde pública no Paraná.


A atuação da Promotoria de Justiça visa assegurar à população o recebimento de orientações seguras e baseadas em evidências científicas e evitar a propagação de boatos ou tratamentos não validados cientificamente.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá