STF revoga prisão de auditor fiscal

Sthefany Terlera
Paraná | Publicado em 10/08/2017 às 07:29

Foto: TV Tarobá Londrina

O Supremo Tribunal Federal (STF) revogou a prisão preventiva de Orlando Aranda, auditor fiscal da Receita Estadual. A liminar foi concedida pelo Ministro Gilmar Mendes. 

Investigado na Operação Publicano IV, Aranda foi preso pelo Gaeco na casa dele no dia 08 de julho. O mandado foi expedido pelo juiz Juliano Nanuncio, a pedido do Ministério Público, porque o auditor estava filmando o promotor Renato Lima Castro para uma suposta investigação pessoal.

A defesa alegou que no boletim feito pela Polícia Militar (PM) não havia provas disso. No material recolhido na casa do auditor também não havia algo que o incriminasse. 



Relacionados

Paraná | 19-07-2018 17:19

Homem tem ferimento grave após cortar braço durante trabalho em serralheria

Homem tem ferimento grave após cortar braço durante trabalho em serralheria

Paraná | 19-07-2018 17:18

MP cobra indenização de mulher que desistiu de adotar crianças

MP cobra indenização de mulher que desistiu de adotar crianças

Paraná | 19-07-2018 16:02

Aplicativo auxilia usuário do transporte coletivo

Aplicativo auxilia usuário do transporte coletivo

Paraná | 19-07-2018 16:00

Homem morre ao ser atingido por árvore em Tupãssi

Homem morre ao ser atingido por árvore em Tupãssi

PUBLICIDADE