Temporal que atingiu Paraguai pode chegar ao Paraná nesta sexta-feira

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 08/11/2019 às 11:40

A previsão de temporais em Foz do Iguaçu (alerta amarelo do Inmet), a partir das 13h de quinta (07), não se confirmou (a validade era por 20 horas). Mas, nesta sexta-feira (08), agora pela manhã, o Instituto Nacional de Meteorologia renovou o "alerta amarelo" para tempestade em quase todo o Paraná. 

O aviso, que tem início a partir das 10h, alerta para "chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h) e queda de granizo". Há "baixo risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos".  

Ventos de mais de 100 km por hora atingiu região de Assunção (veja víNo Paraguai, onde o temporal chegou na quinta (7) à tarde, o vento provocou muitos estragos e prejuízos, além de deixar sete pessoas feridas, como reportam os jornais ABC Color e Última Hora. A situação mais grave foi registrada nas cidades de Ñembi e Villa Elisa, na região metropolitana de Assunção. 

No vídeo, veja a força do vento, que levou pelos ares até uma piscina inável de bom tamanho, com água e tudo. Segundo o meteorologista Asmad Dami, embora não haja sistemas de medição em Ñemby e Villa Elisa, as características do vendaval indicam que superou os 100 quilômetros por hora, mas nada aponta que tenha sido um tornado. 


Fonte: H2O Foz



Relacionados

Londrina | 05-06-2020 17:13

Lagos Igapó 3 e 4 e Vale do Rubi serão revitalizados

Lagos Igapó 3 e 4 e Vale do Rubi serão revitalizados

Paraná | 05-06-2020 17:06

Paraná registra 533 novos casos de coronavírus e chega a 6.437

Paraná registra 533 novos casos de coronavírus e chega a 6.437

Londrina | 05-06-2020 16:56

MP recomenda fiscalização do transporte público para evitar transmissão do coronavírus

MP recomenda fiscalização do transporte público para evitar transmissão do coronavírus

Londrina | 05-06-2020 16:33

Coesp estima mil casos de Covid-19 em Londrina até o fim de junho

Coesp estima mil casos de Covid-19 em Londrina até o fim de junho