TJ nega pedido de soltura de Michele Rodrigues: avó do bebê encontrado morto em Porecatu

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 10/06/2019 às 09:22

Na última sexta-feira (7), o Tribunal de Justiça negou em caráter liminar, o pedido de soltura protocolado pela defesa de Michele Penteado Rodrigues de 39 anos. Ela é avó do bebê de um ano e sete meses que foi encontrado morto na casa dela, em Porecatu em maio deste ano.

Agora, o habeas corpus será julgado por mais três desembargadores, mas ainda não há data definida. Como se trata de uma criança, o processo corre em sigilo. Michele foi denunciada por homicídio qualificado por uso de meio cruel. O bisavô da criança também foi acusado do mesmo crime, mas responde em liberdade. A mãe do menino foi indiciada pela Polícia Civil, mas não está presa, já que é menor de idade. Durante a investigação, um laudo do IML (Instituto Médico Legal) confirmou que o garoto não estava sendo alimentado.


Com informações TV Tarobá



Relacionados

Foz do Iguaçu | 03-07-2020 16:37

Receita Federal destina 1.200 smartphones à Universidade Estadual do Paraná

Receita Federal destina 1.200 smartphones à Universidade Estadual do Paraná

Paraná | 03-07-2020 16:00

Pesca está liberada nas bacias do Paraná

Pesca está liberada nas bacias do Paraná

Londrina | 03-07-2020 15:39

"Não tem caminho", diz Belinati sobre fechamento do comércio

"Não tem caminho", diz Belinati sobre fechamento do comércio

Paraná | 03-07-2020 15:35

Governo estadual proíbe cultos presenciais em cidades abrangidas pela nova quarentena

Governo estadual proíbe cultos presenciais em cidades abrangidas pela nova quarentena