Caso Eduarda: delegado vai analisar laudo de 100 mil páginas

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 22/05/2019 às 14:22

O delegado Bruno Rocha, que cuida do caso da menina Eduarda Shigematsu, recebeu um laudo de mais de 100 mil páginas. O documento é resultado da perícia feita em cinco celulares da família da criança e será objeto de análise detalhada da Polícia Civil. 

Mesmo com o grande volume de evidências para analisar, o delegado pretende concluir o inquérito dentro do prazo legal, de 30 dias, sem pedir a prorrogação do período. 

Eduarda, que tinha 11 anos, desapareceu no dia 24 de abril e foi encontrada morta quatro dias depois nos fundos de uma casa da família em Rolândia. O pai dela, Ricardo Seidi, está preso e é o principal suspeito de ter matado a criança. À polícia, ele confessou que enterrou o corpo, mas não admitiu o homicídio. 

A avó de Eduarda, Terezinha de Jesus, está presa temporariamente suspeita de participação no crime. A defesa dela pediu a soltura à justiça, que decidiu aguardar o conclusão dos laudos referentes ao caso. 

(Colaboração: Kathulin Tanan)



Relacionados

Nova Aurora | 22-09-2019 15:09

Jovem é assassinado a facadas em Nova Aurora

Jovem é assassinado a facadas em Nova Aurora

Cascavel | 22-09-2019 12:22

Polícia encontra caminhonetes suspeitas de clonagem no Universitário

Polícia encontra caminhonetes suspeitas de clonagem no Universitário

Carambeí | 22-09-2019 11:58

Bandidos assaltam posto de combustível em Carambeí

Bandidos assaltam posto de combustível em Carambeí

Pato Bragado | 22-09-2019 10:26

Homem invade casa e tenta esfaquear a ex-mulher e acaba preso

Homem invade casa e tenta esfaquear a ex-mulher e acaba preso

PUBLICIDADE