Empresário acusado de chefiar fraude no IPTU é preso pelo Gaeco

Murilo Pajolla
Policial | Publicado em 07/12/2018 às 15:14

O empresário Carlos Azarias, acusado de chefiar um esquema de fraudes no IPTU, foi preso preventivamente na tarde desta sexta-feira (7). Ele estava na sede do Gaeco prestando depoimento e foi detido após a oitiva. 

Azarias e outras 27 pessoas são réus na Operação Password. A suspeita é de que débitos do IPTU tenham sido reduzidos e até cancelados. O prejuízo aos cofres públicos pode ter passado de R$ 1 milhão. 

Entre os réus estão proprietários de imóveis beneficiados pelo suposto esquema, servidores municipais e uma ex-estagiária da prefeitura de Londrina, Camila Azarias, filha de Carlos Azarias. 

LEIA MAIS:

"Ele (Azarias) montou todo esse esquema, tinha a filha dele na prefeitura atuando como estagiária e fazia a função de intermediário entre o poder publico e os articulares. Ele procurava as pessoas, cobrava por isso e passava as informações para o núcleo que atuava na prefeitura", afirmou o promotor Leandro Antunes. 

Ainda segundo o Ministério Público (MP), a justificativa da prisão, pedida em outubro deste ano, seria a possível reiteração na prática de crimes por parte de Azarias. Os outros réus respondem ao processo em liberdade e estão proibidos pela justiça de se aproximar de prédios públicos. 

Prisão surpreendeu defesa 

O advogado Carlos Lamerato, que representa Azarias, considera a prisão desnecessária. "A defesa fica consternada com a prisão. Meu cliente cooperou com as investigações e inclusive estava no prédio Gaeco prestando depoimento em uma investigação paralela". 

A oitiva da qual Azarias participava na condição de investigado fazia parte da Operação Vastum, derivada das investigações da Password, que investiga eventuais delitos cometidos por fiscais da Sema.

A defesa de Azarias negou haver evidências de que seu cliente estivesse cometendo crimes e afirmou que estuda medidas para revogar a prisão. 



Relacionados

Londrina | 30-11-2018 18:01

Operário tem ferimento grave ao sofrer acidente de trabalho na Gleba Palhano

Operário tem ferimento grave ao sofrer acidente de trabalho na Gleba Palhano

Santa Terezinha de Itaipu | 30-11-2018 17:54

Polícia Civil incinera 870 kg de drogas e mercadorias

Polícia Civil incinera 870 kg de drogas e mercadorias

Campina da Lagoa | 30-11-2018 17:37

Adolescente de 12 anos morre após tomar vacina de tétano e polícia investiga em Campina da Lagoa

Adolescente de 12 anos morre após tomar vacina de tétano e polícia investiga em Campina da Lagoa

Nova Aurora | 30-11-2018 17:34

Promotoria denuncia professor que assediava alunas do ensino fundamental

Promotoria denuncia professor que assediava alunas do ensino fundamental

PUBLICIDADE