Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Homem acusado de esfaquear companheira enfrenta júri popular nesta terça-feira

16/08/22 às 13:59 - Escrito por Redação Tarobá News

Claudenir de Souza, acusado de esfaquear a ex-companheira Tamires Alves Vieira Bueno, em 2011, enfrenta julgamento no Tribunal do Júri de Londrina, nesta terça-feira (16). O réu responde em liberdade.


Segundo o processo, a vítima foi atacada depois que Claudenir ficou bravo por ela ter pego dinheiro com a mãe dele para comprar leite para a filha dos dois. Na ocasião do ataque, Tamires estava com a criança no colo. Após o crime, Claudenir fugiu do local. Devido aos ferimentos, Tamires ficou internada por cinco dias.


Como o crime ocorreu antes da lei de 2015, que criou a qualificadora de feminicídio, o caso está sendo levado a júri pelo crime de tentativa homicídio, com as qualificadoras de motivo fútil e por meio que dificultou a defesa da vítima.


Segundo o Observatório de Feminicídios de Londrina, o Néias, o tempo de espera para julgamento prejudica a produção de provas, pois há dificuldade das pessoas envolvidas para reconstituir as cenas daquele crime. 


“Em outros julgamento que a gente acompanhou, quando tem essa demora, a gente percebe a dificuldade das pessoas lembrarem de tudo que aconteceu. Isso não deixa de ser uma revitimização da Tamires, que depois de 11 anos vai ter que relembrar tudo isso”, disse a voluntária do Néias, Jessica Hannes.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá