Homem que matou mulher por causa de cigarro é indiciado por homicídio

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 15/07/2019 às 08:33

Foto: Colaboração / reprodução TNOnline

Gilmar Mezzacasa, 55 anos, foi indiciado pela morte de Adan Cristiane Lourenço, 36 anos, assassinada com uma facada no tórax, no início do mês, em Arapongas. A Polícia Civil concluiu um inquérito do crime, que foi praticado no início do mês, na praça da Igreja Matriz. 

Mezzacasa confessou a autoria e contou que esfaqueou a vítima porque ela sempre estaria pedindo cigarro e dinheiro. Ele foi autuado por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil e permanece preso na cadeia pública da cidade.

O crime 

Após ser atingida, Adan Cristiane Laureano foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada ao Hospital Norte do Paraná (Honpar). Porém não resistiu e morreu.

De acordo com informações da Guarda Municipal, a mulher seria uma moradora de rua daquela região e, após uma discussão, acabou sendo esfaqueada por outro morador de rua. A GM prendeu o autor e com ele apreendeu uma faca suja de sangue que estava na cintura do suspeito.


Fonte: TNONLINE



Relacionados

Curitiba | 09-12-2019 09:28

Jovem que estava em bar é chamado e assassinado a tiros

Jovem que estava em bar é chamado e assassinado a tiros

Campo Largo | 09-12-2019 09:26

Homem que pode ter sido baleado instantes antes, morre atropelado

Homem que pode ter sido baleado instantes antes, morre atropelado

Londrina | 09-12-2019 08:56

Casal é preso suspeito de agredir filho

Casal é preso suspeito de agredir filho

Cascavel | 09-12-2019 06:54

Garota de 14 anos denuncia padrasto por abuso no Bairro Guarujá

Garota de 14 anos denuncia padrasto por abuso no Bairro Guarujá

PUBLICIDADE