Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Justiça ouve testemunhas de acusação no processo contra guarda municipal

05/07/17 às 15:02 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Nessa terça-feira (4), a Justiça ouviu testemunhas de acusação no processo contra o guarda municipal Ricardo Leandro Felipe. Uma viatura cheia de policiais militares foi usada para transportar o agente de um prédio do Fórum para outro, ao lado. O guarda municipal estava no porta malas. Ele é acusado de 14 crimes. Entre eles, 3 mortes: de Ana Regina do Nascimento Ferreira, amiga e sócia da então companheira, Josiane Amorim, e o filho e o pai de outra ex companheira, Rachel Espinosa.

Os depoimentos foram por ordem cronológica. Entre as testemunhas, policiais e médicos que atenderam as ocorrências e vitimas dos roubos, pois entre o primeiro assassinato e a fuga, Ricardo Felipe roubou 3 carros. Para a acusação, tudo foi planejado.

Rachel Espinosa e parentes de Ana Regina não estavam entre as testemunhas, mas ficaram do lado de fora aguardando informações.

Leia mais:

Imagem de destaque
POLICIAL

Polícia Civil cumpre mandado de prisão por homicídio no bairro Santa Felicidade

Imagem de destaque
MAUÁ DA SERRA

PRF apreende quase 50 quilos de cocaína com casal no Paraná

Imagem de destaque
VIOLÊNCIA

Jovem é morto a tiros no meio da rua no Sanga Funda

Imagem de destaque
VIOLÊNCIA

Imagens flagram homem sendo assassinado após briga entre vizinhos em Santa Tereza do Oeste

Foram quase 5 horas de depoimentos. Ricardo Felipe saiu sob escolta e, de novo, pelos fundos. Ele foi levado para a PEL 1 num carro do Departamento Penitenciário.

A próxima audiência foi agendada para 31 de julho às 13h30. Uma testemunha de acusação que faltou será reconvocada, serão mais 8 de defesa e o interrogatório do réu. Tem mais 4 precatórias de acusação. As famílias das vítimas estão organizando um protesto.

(Colaboração Luciane Miyazaki)

© Copyright 2023 Grupo Tarobá