Linha 4

Publicidade

Morte de rapaz baleado e carbonizado na zona oeste foi passional, segundo PC

Redação Tarobá News

Após mais de um ano, a Polícia Civil, concluiu o inquérito sobre o assassinato de Mikael Fernandes Alves Parente, de 28 anos. O homem foi morto com dois disparos de arma de fogo e o corpo foi carbonizado e abandonado dentro do porta malas de um carro no Cilo III, no Jardim Maria Lúcia, zona leste de Londrina. O crime aconteceu no dia 25 de dezembro de 2019.

Ao final das investigações e o término do inquérito, a Delegacia de Homicídios de Londrina concluiu que o crime foi passional, por causa de uma mulher. O principal suspeito já está preso por roubo e a pivô do homicídio deve responder também por assassinato.

A mulher, na época do crime, usava tornozeleira eletrônica e teria um caso extra conjugal com a vítima. O principal suspeito teria descoberto que um encontro tinha sido marcado por telefone no local onde o assassinato ocorreu.

(Evandro Ribeiro)

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade