PF confirma que a agente Melissa de Almeida foi morta a mando do PCC

Antonio Mendonça
Policial | Publicado em 27/11/2017 às 10:15

A Polícia Federal de Cascavel deu como encerrado o inquérito que investiga a morte da agente penitenciária federal, Melissa de Almeida Araújo, 37 anos, assassinada a tiros neste ano no condomínio onde morava no bairro Canadá. 

O marido da vítima, o policial civil Rogério Ferrarezi também foi baleado, mas sobreviveu aos ferimentos.

Conforme o que foi apurado, Melissa que atuava como psicóloga na penitenciária federal de segurança máxima de Catanduvas, foi morta sob ordem do PCC (Primeiro Comando da Capital).

O responsável pela Polícia Federal de Cascavel, delegado Marco Smith, afirmou que o homicídio foi esclarecido e que a documentação conseguida durante os seis meses de investigações foi entregue ao Ministério Público Federal para que tome as providências.



Relacionados

Santo Antônio da Platina | 19-02-2019 17:36

Árvore cai sobre carros durante tempestade em Santo Antônio da Platina

Árvore cai sobre carros durante tempestade em Santo Antônio da Platina

Curitiba | 19-02-2019 16:51

Atirador invade escritório e mata advogado e funcionário

Atirador invade escritório e mata advogado e funcionário

Cascavel | 19-02-2019 16:43

Agentes da PF vão a julgamento de Meneghel no Tribunal de Justiça

Agentes da PF vão a julgamento de Meneghel no Tribunal de Justiça

Policial | 19-02-2019 16:24

Conselho LGBT denuncia assassinato de transexual como crime de ódio

Conselho LGBT denuncia assassinato de transexual como crime de ódio

PUBLICIDADE