Linha 4

Publicidade

Sequestro: padrasto ainda mantém adolescentes em cárcere privado

Geovana Tortato

O sequestro de dois adolescentes em Cafelândia continua e não tem prazo para acabar. Já são 22h de negociação, mas o padrasto se mantém inflexível.  

Crianças são feitas reféns pelo padrasto; polícia tenta negociar

O sequestro dos adolescentes iniciou ainda durante a madrugada de ontem (02), mas a mãe só soube quando o marido não apareceu no trabalho. O padrasto dos meninos está com depressão, segundo familiares. Na casa estava também uma menina de 10 anos, mas ela conseguiu fugir.

Adolescentes permanecem amarrados sob ameaça do padrasto em Cafelândia

Conselheiros tutelares e psicólogos procuram colaborar na liberação dos reféns, que foram identificados como Ana e João.  O BOPE também foi acionado e está no local desde a noite de ontem realizando trabalhos e conversando com Ezequiel Basílio Mendes, 39 anos, conhecido como Lico. 

BOPE negocia liberdade de adolescentes mantidos reféns por padrasto

Um dos policiais do BOPE conseguiu iniciar conversa com o padrasto. Ele tem usado um espelho para se comunicar e mostrar ele e os adolescentes. Algumas vezes os menores aparecem amarrados, outras soltos. 

O major Jorge Aparecido Fritola, da Polícia Militar falou sobre o caso e como estão as negociações. Segundo ele, o homem está irredutível, mas todos os trabalhos já estão sendo feitos. 

Nossa equipe está no local acompanhando toda a movimentação.



Veja mais: Ele só pedia um telefone dizendo que não iria soltar ninguém", diz irmã dos adolescentes

COMENTÁRIOS

Publicidade