"A Grande imprensa" do Brasil revela-se sombria

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 21/02/2020 às 14:55

A memória falhou e a procura no dicionário foi inevitável para nos lembrar  do coletivo de lobo. Alcatéia. Foi a expressão que nos sugeriram as manifestações na televisão e na internet, em sites, notícias forjadas e insultantes contra o presidente da república de parte da chamada “grande imprensa brasileira”. E que fique claro que o adjetivo “grande” não significa qualidade, ao contrário, em termos de qualidade essa chamada “grande imprensa do brasil – vários jornais, revistas e certa rede de televisão” – revela-se, sim, sombria, traiçoeira e deletéria. Alcatéia... Parecia um punhado de lobos famintos, raivosos, na tentativa de dilacerar e devorar o presidente, montados na estúpida alegação de que teria ele desrespeitado uma repórter – declaradamente vinculada ao PT - da desacreditada Folha de São Paulo, ao repetir – veja bem, “repetir” - uma denúncia de um funcionário de empresa de informática, que disse teria ela se oferecido sexualmente a ele, denunciante, em troca de um furo de reportagem. Jair Bolsonaro, que vem sendo agredido de forma covarde pelos órgãos de imprensa que tiveram suas benesses cortadas, nada mais fez do que repetir o que disse o denunciante. Repetiu. E foi o que bastou para insinuarem até hipocrisias e ironias contra o presidente da república e tentarem forjar até mesmo uma ação de desrespeito contra as “mulheres em geral”. Os lobos caíram devorando esse fato como presa, caíram massacrando, esmagando, dilacerando, a paranoia pelo sangue era notória no ódio ululante, ação à qual se juntou também o presidente da câmara federal Rodrigo Maia, fazendo uso da democracia política que está a seu alcance para posicionar-se em favor de atos de estupidez como esse, e o fez por não perceber que a citada “democracia” pode lhe dar liberdade para aderir a corrompidos espasmos políticos, mas não lhe dá “liberdade moral que é o invólucro da dignidade”. “A folha de são paulo mentiu, forjando reportagem através de repórter petista” – afirmou o depoente, enquanto que o jornal tem procurado afirmar que quem mente é ele e, em meio a esse conflito, o que é irrefutável é que a repórter petista ignorou o dogma do subjetivismo, pois sua ideologia politica confessada  não a credencia a ser acreditada. Fosse colunista, seria compreensível, mas a bordo de reportagens, o subjetivo é condenável na missão de informar. Por fim, sobrou, pela ação da alcatéia, a certeza de que não pretendem deixar o presidente governador e junto com ela, a chamada imprensa varejeira, juntam-se até figuras ridículas e anônimas, sedentas de aparecerem, principalmente sabendo que a sordidez de certos órgãos está à disposição de mediocridades, tanto que até o candidato da globo à presidência Luciano Huck - tentou apanhar algumas migalhas do repasto aproveitando para também arreganhar os dentes para Bolsonaro.



Relacionados

Política | 30-03-2020 11:06

Partidos estudam acionar Bolsonaro na Justiça por passeio em meio à pandemia

Partidos estudam acionar Bolsonaro na Justiça por passeio em meio à pandemia

Política | 30-03-2020 10:50

'Brasil é diferente', diz Bolsonaro ao evitar comentar isolamento nos EUA

'Brasil é diferente', diz Bolsonaro ao evitar comentar isolamento nos EUA

Política | 30-03-2020 10:40

Bolsonaro repete que pensa em fazer decreto sobre atividades essenciais

Bolsonaro repete que pensa em fazer decreto sobre atividades essenciais

Política | 30-03-2020 08:07

Juiz proíbe carreta pelo fim do isolamento e reabertura do comércio em São Luís

Juiz proíbe carreta pelo fim do isolamento e reabertura do comércio em São Luís

PUBLICIDADE