Lava Jato denuncia Cabral, a ex-mulher, o irmão e mais 3 por lavagem de dinheiro

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 02/06/2017 às 12:11

A força-tarefa da Lava Jato no Rio denunciou, pelo crime de lavagem de dinheiro, o ex-governador do Estado Sérgio Cabral (PMDB). A acusação alcança Flávio Werneck, dono da FW Engenharia; Alberto Conde, contador da FW; Susana Neves, ex-mulher de Sérgio Cabral; Maurício Cabral, irmão do ex-governador; e Carlos Miranda, um dos operadores do esquema.

Os episódios de lavagem relatados na denúncia se referem ao uso da empresa Survey Mar e Serviços Ltda, ligada a Flávio Werneck, para dar aparência lícita ao pagamento de R$ 1,7 milhão em propina.

As informações foram divulgadas pelo Ministério Público Federal, no Rio, nesta sexta-feira, 2.



Relacionados

Política | 23-09-2018 10:45

Ciro volta ataques a Bolsonaro em redes sociais

Ciro volta ataques a Bolsonaro em redes sociais

Política | 23-09-2018 08:35

Eleito terá de enfrentar déficit nas contas da Previdência

Eleito terá de enfrentar déficit nas contas da Previdência

Política | 23-09-2018 08:21

'Alvo' de mil PECs, Constituição Já foi alterada 99 vezes

'Alvo' de mil PECs, Constituição Já foi alterada 99 vezes

Política | 22-09-2018 21:35

PF vai concluir inquérito sobre ataque a Bolsonaro na próxima semana

PF vai concluir inquérito sobre ataque a Bolsonaro na próxima semana