STF desmembra investigação de Temer do inquérito de Aécio

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 30/05/2017 às 17:51

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta terça-feira, 30, o desmembramento de inquérito e, a partir de agora, o presidente Michel Temer passará a ser investigado de modo separado ao senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).

O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que fica sem foro privilegiado no STF por causa do retorno do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Osmar Serraglio à Câmara, segue investigado com Temer, o que assegura a manutenção da prerrogativa neste inquérito, mesmo com a perda da função parlamentar. Já a investigação de Aécio inclui a irmã Andrea Neves, Frederico Pacheco e Mendherson Lima - os três estão presos.



Relacionados

Política | 16-06-2019 13:40

'Bolsonaro faz e fala o que vem na cabeça', diz cientista político

'Bolsonaro faz e fala o que vem na cabeça', diz cientista político

Política | 16-06-2019 12:10

'Bolsonaro não entendeu que alguns quadros são suprapartidários', diz deputado

'Bolsonaro não entendeu que alguns quadros são suprapartidários', diz deputado

Política | 16-06-2019 11:50

Tribunal condena militar que tentou vender 120 quilos de carne do batalhão

Tribunal condena militar que tentou vender 120 quilos de carne do batalhão

Política | 16-06-2019 11:40

Alvo da Lava Jato, Aloysio Nunes diz que se silenciou 'porque está seguro'

Alvo da Lava Jato, Aloysio Nunes diz que se silenciou 'porque está seguro'

PUBLICIDADE