Colchão e travesseiro podem ser os causadores dos problemas ortopédicos

Redação Tarobá News
13/02/2020 11:24

Ao dormir oito horas por dia, uma pessoa passa quase três mil horas por ano na cama. Dessa forma, ao longo dos anos, as posições inadequadas e os colchões e travesseiros que já não estão aptos para o uso podem causar lesões na coluna ou no pescoço. 

De acordo com o Ministério do Trabalho, as dores nas costas são a quinta maior causa de afastamento no trabalho por mais de 15 dias. Essa causa fica na frente de afastamentos por dores no punho, tornozelo, pernas e antebraço. Apenas em 2017, último ano em que os dados foram divulgados, foram 12.073 casos de dorsalgia, como são conhecidas as dores nas costas. O número é equivalente a 6,13% de um total de 196.754 afastamentos.

O neurocirurgião especializado em coluna, Adriano Scaff, em entrevista ao programa Bem-Estar, explica que, ao deitar, o pescoço deve estar alinhado à coluna. Uma posição ideal para evitar dores é a de lado, com o travesseiro encaixado de modo a formar um ângulo de 90 graus entre pescoço e ombro. 

Ainda nessa posição, os joelhos devem estar semiflexionados, com um travesseiro entre eles. De acordo com o especialista em fisioterapia e traumatologia, Cadu Ramos, "é durante o sono que a coluna vertebral e toda a musculatura do corpo relaxam, os discos intervertebrais se nutrem e se preparam para suportar a força da gravidade que atua sobre o corpo no decorrer do dia, por isso a posição é tão importante", alerta ele. 

Como prevenir 


Para prevenir maiores problemas, é importante ficar atento ao travesseiro e colchão utilizados, além de prestar atenção à postura ao dormir. Um travesseiro alto e duro não é recomendado, uma vez que força a coluna no momento do repouso.

Dormir de bruços também é uma má escolha. Isso porque os ombros ficam sobrecarregados e o corpo gasta ainda mais energia para se manter dessa forma. Assim como colocar a mão ou o braço embaixo do rosto, cabeça ou travesseiro pode desalinhar o corpo e causar disfunções na coluna e no pescoço. 

Escolher um travesseiro que se encaixe perfeitamente no vão entre o pescoço e o ombro e um colchão ortopédico, que se adeque ao seu corpo, podem ser a solução. É importante testar os objetos antes da compra, para ver se o material causa algum tipo de incômodo, afunda com facilidade excessiva ou é muito duro.  


Alice Bachiega

PUBLICIDADE