Observatório Sírio diz que ao menos 9 morreram em ataque turco a comboio

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 13/10/2019 às 15:10

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos afirmou que ao menos nove pessoas, entre elas cinco civis, teriam morrido em um bombardeio aéreo da Turquia contra um comboio neste domingo, 13. O grupo era composto por opositores da ofensiva turca no norte da Síria e era acompanhado por jornalistas.

A ONG, que monitora a violência na Síria, afirmou que o comboio era protegido por homens armados e teria sido atingido quando alcançou Ras al-Ain. A cidade fica na fronteira do país e foi conquistada por forças aliadas à Turquia na manhã de sábado, 12.

A região é estratégica para forças curdas e é alvo de ofensiva turca desde a última quarta-feira, 9, quando os Estados Unidos anunciaram a retirada de tropas americanas do nordeste da Síria.

Mervan, um porta-voz das forças curdas, disse à agência de notícias Associated Press que onze pessoas teriam sido mortas e outras 74 ficaram feridas. Ele não informou quantas das vítimas seriam civis.

O Observatório Sírio diz que jornalistas, incluindo estrangeiros, acompanhavam o comboio. A agência de notícias curda Hawar informou que um de seus repórteres está entre os mortos.

Imagens do ataque mostram corpos espalhados ao longo da rua que foi alvo do bombardeio. Alguns dos mortos pareciam carregar armas, e ativistas afirmam que eles faziam a proteção do comboio.

Donald Trump sinaliza sanções contra a Turquia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste domingo, 13, que o Tesouro americano está "pronto" para sancionar a Turquia, após a ação militar do país contra os curdos da Síria. No Twitter, Trump disse estar conversando com "muitos membros do Congresso, incluindo democratas", sobre impor "sanções poderosas" contra o país.

Segundo Trump, há "grande consenso" sobre a possibilidade. Ele citou conversas com o presidente do Comitê Judiciário do Senado, o republicano Lindsey Graham, sobre o tema. O presidente ainda disse que é possível buscar uma legislação necessária para garantir a punição.

De acordo com o presidente americano, a Turquia já teria pedido para não ser sancionada. A ofensiva militar contra os curdos da Síria, aliados dos EUA contra o Estado Islâmico na região, chegou ao seu quinto dia hoje. Mais cedo, o Secretário da Defesa americano Mark Esper disse que Trump ordenou que as tropas americanas deixem a região norte do país, para evitar confrontos com as forças turcas. / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS



Relacionados

Mundo | 16-11-2019 08:25

Chile terá em 2020 plebiscito sobre nova Constituição

Chile terá em 2020 plebiscito sobre nova Constituição

Mundo | 16-11-2019 08:20

Confronto entre cocaleiros pró-Evo e policiais deixa 5 mortos na Bolívia

Confronto entre cocaleiros pró-Evo e policiais deixa 5 mortos na Bolívia

Mundo | 16-11-2019 08:05

França: Polícia usa gás para conter protestos de coletes amarelos

França: Polícia usa gás para conter protestos de coletes amarelos

Mundo | 15-11-2019 21:42

Apoiadores de Evo Morales entram em confronto com policiais na Bolívia

Apoiadores de Evo Morales entram em confronto com policiais na Bolívia

PUBLICIDADE