Justiça Federal bloqueia quase R$ 20 mi de Beto Richa na Lava Jato

Estadão Conteúdo
Política | Publicado em 14/08/2019 às 21:01

A Justiça Federal do Paraná acolheu pedido da força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná e decretou o bloqueio de bens e ativos financeiros de investigados na Operação Piloto. Além do bloqueio de R$ 20 milhões do ex-governador Beto Richa (PSDB), o despacho judicial prevê a indisponibilidade de bens imóveis e de veículos e o sequestro de parte de imóvel citado no esquema de corrupção. As mesmas medidas, com valores proporcionais, foram aplicadas a outros réus.

A acusação da Procuradoria, apresentada em 5 de junho, denunciou o ex-governador Beto Richa (PSDB), Ezequias Moreira, José Richa Filho, o "Pepe Richa" - irmão de Beto -, Luiz Abi Antoun, Dirceu Pupo Moreira, Rafael Gluck e José Maria Ribas Mueller pela suposta prática, ao longo de 2014, dos crimes de corrupção ativa e passiva, fraude licitatória e lavagem de dinheiro, relacionadas à licitação na Parceria Público Privada (PPP) para exploração e duplicação da PR-323, que liga Maringá a Francisco Alves, no noroeste do Paraná.

A Operação Piloto foi deflagrada em setembro de 2018 a partir do conteúdo de depoimentos de delatores ligados ao grupo Odebrecht.

Os delatores revelaram suposto esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina visando o favorecimento do consórcio liderado pela empreiteira na licitação de concessão da PR-323.

Esses pagamentos teriam sido realizados a partir do Setor de Operações Estruturadas da empresa em favor do codinome "Piloto", identificado como sendo o ex-governador.

Richa também é réu em outros dois processos pelo crime de lavagem de dinheiro proveniente de propinas do pedágio e de outros esquemas de corrupção em seu governo, informou a Procuradoria.

Defesa

Em nota, a defesa de Beto Richa afirmou que "irá se manifestar somente nos autos do processo, diante a insistência repetitiva do Ministério Público Federal, relativamente ao tema de indisponibilidade de bens".



Relacionados

Política | 21-08-2019 17:45

Alcolumbre: não tem muita gente votando contra Eduardo Bolsonaro, são 20 pessoas

Alcolumbre: não tem muita gente votando contra Eduardo Bolsonaro, são 20 pessoas

Curitiba | 21-08-2019 17:10

Governo indica novo diretor de regulação da Agepar

Governo indica novo diretor de regulação da Agepar

Curitiba | 21-08-2019 16:23

CCJ dá parecer favorável ao projeto que trata da reposição salarial dos servidores do Executivo

CCJ dá parecer favorável ao projeto que trata da reposição salarial dos servidores do Executivo

Curitiba | 21-08-2019 16:22

Assembleia Legislativa presta homenagem a soldados e ao Exército brasileiro

Assembleia Legislativa presta homenagem a soldados e ao Exército brasileiro