Nilson Hachmann deve depor nesta quarta-feira na Comissão de Ética da Câmara

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 13/08/2019 às 16:13

Está marcada para as 14 horas desta quarta-feira (14), na sede do Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon, a oitiva de Nilson Hachmann na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. O vereador está afastado do cargo desde maio.

Ele responde processo disciplinar acusado de utilizar empresas jurídicas em nome de terceiros, mas que seriam de propriedade dele, para participar de processos licitatórios e fazer venda direta à Prefeitura, o que é proibido pela Constituição Federal e pelo Código de Ética Parlamentar do Município.

A denúncia foi protocolada no Poder Legislativo em 28 de fevereiro deste ano pelo vereador Josoé Pedralli. Além de responder na Comissão de Ética, Nilson é réu na Justiça, que determinou o afastamento dele do cargo de vereador até a conclusão do processo criminal.

Na semana passada, aconteceram as primeiras oitivas do caso. Convocados pela Comissão de Ética na condição e informantes, Lucas Hachmann e Claudemir Rogério Wiederkehr, proprietários das empresas investigadas, não responderam aos questionamentos.

Conforme o advogado de defesa Marcio Berti, Lucas e Rogério também são réus no processo que corre na Justiça. Por isso, a orientação da defesa foi de que eles optassem pelo silêncio na oitiva do Poder Legislativo.

Nilson será o último a prestar depoimento na Comissão de Ética, que tem prazo até 04 de setembro para colocar em votação no plenário o processo disciplinar que poderá levar à cassação do mandato.

A Comissão que atua neste caso é formada pelos vereadores Vanderlei Sauer, presidente; Arion Nasihgil, relator; e Adriano Cottica, membro.



Relacionados

Política | 15-10-2019 08:25

Operação contra desvios do fundo partidário da PF mira em Luciano Bivar

Operação contra desvios do fundo partidário da PF mira em Luciano Bivar

Política | 15-10-2019 07:20

'O bolsonarismo foi muito forte, mas está decrescente', diz Amoêdo

'O bolsonarismo foi muito forte, mas está decrescente', diz Amoêdo

Política | 14-10-2019 20:50

Em resposta ao Supremo, deputados do PSL aceleram votação de PEC da 2ª instância

Em resposta ao Supremo, deputados do PSL aceleram votação de PEC da 2ª instância

Política | 14-10-2019 20:45

Moro e Skaf assinam acordo de cooperação para combate a crimes contra indústria

Moro e Skaf assinam acordo de cooperação para combate a crimes contra indústria