A importância dos cuidados com a saúde bucal na gestação

Redação Tarobá News
21/08/2019 10:03

Durante a gravidez, o corpo feminino atravessa uma série de transformações intensas em sua fisiologia. Logo, desde o início da gestação, a futura mãe deve fazer um bom acompanhamento pré-natal para garantir sua saúde e a saúde do bebê.

Além de toda assistência médica, os cuidados com a saúde bucal são de extrema importância durante para a futura mãe. Algumas condições podem dificultar a rotina de higiene bucal e a visita ao dentista pode ser fundamental para evitar a formação da placa bacteriana, doenças na gengiva e as temidas cáries. É importante que a grávida faça ao menos uma visita ao dentista no primeiro e terceiro semestre da gestação, seja por encaminhamento do SUS, consultas particulares ou como benefício do plano odontológico.

A boa notícia é que hoje o acesso aos planos odontológicos estão cada vez mais acessíveis. É possível fazer cotações online e encontrar o plano odontológico mais adequado ao seu perfil e bolso. Dessa forma, é possível ter os cuidados com a saúde bucal antes mesmo da gestação.

Entenda como a saúde bucal e uma gravidez saudável e segura estão relacionadas.

Mudanças hormonais que favorecem cáries e gengivites

Nos primeiros três meses de gestação é normal que a grávida sinta muitos enjoos e tenha incidência de vômito. Os ácidos presentes no suco gástrico que sobem até a boca são extremamente corrosivos e capazes de danificar o esmalte dos dentes, enfraquecendo sua proteção.

Algumas gestantes passam por um aumento do apetite e acabam comendo mais, incluindo lanches e beliscadas entre as refeições e acabam se alimentando mais vezes ao dia.

Em ambas as situações, a falta de escovação ou a higienização inadequada dos dentes pode dar origem ao filme biológico chamado placa bacteriana, que se instala nos pequenos espaços entre os dentes e as gengivas. O resultado dessa formação são as doenças periodontais (gengivite gravídica) e surgimento de cáries.

Doenças periodontais nas mães e a prematuridade dos bebês

As bactérias surgidas na boca e causadoras da periodontite (inflamação aguda das gengivas) podem alcançar a corrente sanguínea e transitar para outras partes do corpo da grávida, como a placenta. Algumas dessas bactérias são capazes de produzir um ácido graxo chamado prostaglandina, que desencadeia reações hormonais que podem antecipar o parto.

A relação entre a placa bacteriana e bebês prematuros e a perda de peso em recém-nascidos já foi discutida por  especialistas brasileiros, pelos norte americanos, e mais recentemente revisada por pesquisadores das Universidades Pedagógica y Tecnológica da Colômbia. De acordo com as diversas publicações científicas, as grávidas com problemas periodontais têm o dobro de chance de iniciar seu trabalho de parto prematuramente.

Por isso, é de extrema importância que as grávidas de todas as idades mantenham uma dieta balanceada, com os aportes de vitaminas e minerais em dia e bem distribuídos a cada refeição e evite abusar de doces e guloseimas fora de hora.

Além disso, a futura mamãe dar cuidados especiais aos dentes e gengivas, realizando a escovação com escova de dentes de cerdas macias, usando fio dental diariamente e, se necessário, fazer uso de um enxaguante bucal antibacteriano, de preferência sem álcool em sua composição e com a frequência recomendada pelo médico ou dentista.

PUBLICIDADE