Linha 4

Publicidade

Professoras mortas em creche de SC são identificadas

Ellen Santos

Foto: Facebook

As duas professores vítimas da chacina na manhã desta terça-feira (04), em uma creche de Saudades em Santa Catarina foram identificadas.

Keli Adriane Anieceviski de 30 era professora da instituição de ensino e morreu no hospital. Já a agente escolar Mirla Renner de apenas 20 anos morreu na hora. Ela era estudante da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). A identidade das crianças que tem menos de dois anos não foram divulgadas.

Familiares e amigos lamentaram a morte das professores e das crianças nas redes sociais. 

Relembre o caso:

O suspeito Fabiano Kipper Mai de 18 anos entrou na creche armado com uma adaga, que é um tipo de facão, e começou a desferir golpes contra a professora. Ela conseguiu correr para dentro de uma sala, onde estavam quatro alunos e uma servidora de saúde. O criminoso foi atrás e atingiu todos que estavam no local. 

Três crianças e duas professoras morreram. Já o criminoso tentou tirar a própria vida, mas encaminhado ao hospital de Pinhalzinho, cidade vizinha a Saudades.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil. 

Leia mais: Delegado confirma que três crianças e duas funcionárias foram mortas em creche de SC

Rapaz invade escola e mata crianças e professora no Oeste de SC


COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade