Combate ao "borrachudo" reúne Prefeitura, Seab e Sindicato Rural Patronal

Redação Tarobá News
Cotidiano | Publicado em 15/04/2019 às 20:05

O combate ao mosquito Simuliidae ou 'borrachudo', como é popularmente conhecido foi o tema da reunião realizada na tarde de hoje (15) entre o prefeito Leonaldo Paranhos, o presidente do Sindicato Rural Patronal, Paulo Orso, e o chefe do Núcleo Regional da Seab (Secretaria de Agricultura e Abastecimento), Manuel Márcio Chaves. "Temos um problema que é o mosquito borrachudo que tem trazido transtornos à população, principalmente daquelas pessoas que moram na zona rural de Cascavel. Diante disso, a Prefeitura junto com o Sindicato Rural, a Seab, Meio Ambiente e a Secretaria de Saúde vai fazer uma ação de combate ao mosquito, a exemplo do que já estamos fazendo contra o aedes aegipty, que transmite a dengue, a zica e a febre chicungunya", explicou o prefeito Paranhos.

O projeto piloto deve ser iniciado pelo Distrito de Sede Alvorada. O controle do mosquito deve ser feito com produtos biológicos e ter a participação de toda a comunidade. "Vamos trabalhar com educação ambiental, com orientação sobre o que fazer e como fazer. E os moradores terão que participar para que possam fazer o controle do mosquito no dia-a-dia deles em suas comunidades, seguindo as orientações que serão repassadas pelos agentes", disse o presidente do Sindicato Rural Patronal.

Em Cascavel, o Departamento de Vigilância em Saúde, através do Setor de Zoonoses, está acompanhando o combate ao borrachudo. A equipe já elaborou um projeto de manejo para buscar reduzir a incidência do mosquito no município. Na próxima semana será realizada nova reunião entre o Município, Sindicato Rural, Seab, Vigilância Sanitária, Saúde, Agricultura e Meio Ambiente para traçar ações práticas no combate ao borrachudo.

Borrachudo

As complicações mais frequentes das picadas de borrachudo são reações alérgicas, coceira e  inchaço que desaparecem espontaneamente dentro de poucos dias. O borrachudo costuma picar durante o dia, principalmente no início da manhã e fim de tarde. No local da picada forma-se um pequeno ponto com sangue, que pode inchar e coçar, de acordo com a sensibilidade da pessoa.

Para tratar picada de borrachudo, o mais importante é não coçar para evitar uma reação inflamatória, formação de ferida ou até uma infecção local. Recomenda-se limpar cuidadosamente o local, manter sempre limpo, seco e hidratado; para isso pode fazer uso de pomadas neutras como a vaselina.

O mosquito borrachudo é mais comum nas zonas rurais, porém, o inseto pode se proliferar facilmente nas cidades e causar surtos e uma das formas de se evitar a picada é o uso de repelentes.

Assessoria



Relacionados

Cascavel | 19-04-2019 13:09

Moradores de rua agridem comerciantes e ameaçam equipe da Tarobá

Moradores de rua agridem comerciantes e ameaçam equipe da Tarobá

Cascavel | 19-04-2019 12:53

Restaurantes que servem peixe têm movimento garantido na sexta-feira santa

Restaurantes que servem peixe têm movimento garantido na sexta-feira santa

Curitiba | 19-04-2019 12:52

Procura por bacalhau ainda é grande nos supermercados de Curitiba

Procura por bacalhau ainda é grande nos supermercados de Curitiba

Cascavel | 19-04-2019 12:50

Fiéis seguem a tradição de colher macela na sexta-feira santa

Fiéis seguem a tradição de colher macela na sexta-feira santa

PUBLICIDADE