Ford permitirá adiamento de até 3 parcelas em financiamento de veículos

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 26/03/2020 às 21:00

Em razão da crise causada pela pandemia do coronavírus, a Ford anunciou que vai permitir o adiamento de até três parcelas no financiamento de veículos da marca, a partir do dia 31 de março, terça-feira. As prestações adiadas serão transferidas para o final do contrato.

A montadora, que fez o anúncio da noite desta quinta-feira, disse que a ação tem caráter emergencial e busca contribuir para que os clientes possam atravessar de forma mais tranquila esse período de turbulência.

A medida é válida apenas para quem está em dia com o pagamento. Podem participar tanto o cliente pessoa física quando o pessoa jurídica. Não há necessidade de qualquer tipo de comprovação relacionada à saúde ou à renda.

Segundo a empresa, os pagamentos adiados terão correção feita com base em juros de mercado e diluída nas prestações do contrato. O Programa Ford Credit, braço financeiro da Ford, é operacionalizado pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A.

"Essa decisão faz parte do nosso compromisso com os clientes, buscando a melhor forma de ajudá-los a superar as dificuldades nesse momento em que eles mais precisam", diz José Netto, diretor executivo da Ford Credit Brasil. "O adiamento de até três parcelas do financiamento para o final do contrato é uma forma de dar um alívio importante para a travessia desse período crítico."



Relacionados

Economia | 04-04-2020 16:53

Recursos liberados a bancos estão empossados no sistema financeiro, diz Guedes

Recursos liberados a bancos estão empossados no sistema financeiro, diz Guedes

Economia | 04-04-2020 16:34

Páis pode renegociar tudo, mas não desorganizar rede de pagamentos, diz Guedes

Páis pode renegociar tudo, mas não desorganizar rede de pagamentos, diz Guedes

Economia | 04-04-2020 12:30

Na Páscoa da quarentena, projeção é de queda de venda e já há promoção de ovos

Na Páscoa da quarentena, projeção é de queda de venda e já há promoção de ovos

Economia | 04-04-2020 12:24

Empresas se ajudam nos 'cartéis do bem'

Empresas se ajudam nos 'cartéis do bem'

PUBLICIDADE