Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Indicador de atividade da Serasa cai 0,2% em maio, ante alta de 0,2% em abril

18/07/17 às 12:25 - Escrito por Estadão Conteúdo
siga o Tarobá News no Google News!

O Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal) teve queda de 0,2% em maio, com ajuste sazonal. No confronto com o quinto mês de 2016, contudo, houve aumento de 0,9%. A taxa no ano até maio, por sua vez, acumula retração de 0,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com nota da Serasa divulgada nesta terça-feira, 18, o agravamento da crise política a partir da segunda quinzena de maio pode ter impactado o indicador, afetando os investimentos e as exportações, "reduzindo o ímpeto registrado na abertura do segundo trimestre, de alta de 0,2% em abril."

Do lado da oferta, o segmento agropecuário foi o único a registrar declínio, de 3,1% no quinto mês na comparação com o anterior. Já a atividade no setor industrial (0,6%) e de serviços (0,3%) apresentaram alta em maio no confronto com abril.

Leia mais:

Imagem de destaque
VEJA DICAS

13º salário movimenta quase R$ 600 milhões na economia londrinense

Imagem de destaque
DINHEIRO NO BOLSO

Pagamento do 13º salário injetará R$ 590 milhões na economia londrinense

Imagem de destaque
LEVANTAMENTO

Neste fim de ano, 15% das empresas paranaenses vão contratar temporários

Imagem de destaque
R$ 134 MILHÕES POSITIVO

Londrina termina 2º quadrimestre de 2023 com equilíbrio orçamentário

Sob a ótica da demanda, a Serasa destaca que houve queda em todas as categorias. Foi registrada retração de 0,2% no consumo das famílias; de 0,4% nos gastos do governo; de 2,1% nos investimentos; de 4,5% nas exportações; e de 6,1% nas importações no quinto mês de 2017 ante abril.

Já no ano até maio, a atividade agropecuária acumula crescimento expressivo de 15%, conforme os dados. Já a indústria e o setor de serviços têm queda de 1,0% e de 1,2%, pela ordem.

Ainda nessa base de comparação, praticamente todos os componentes da demanda agregada recuaram: consumo das famílias (-1,4%), consumo do governo (-1,9%), investimentos (-4,4%) e exportações (-0,4%). Já as importações cresceram 5,9% no acumulado dos cinco primeiros meses deste ano em relação a igual período de 2016.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá