Não é bom para o País a Petrobras ter 100% de monopólio no refino, diz Parente

Redação Tarobá News
Economia | Publicado em 31/05/2017 às 19:10

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, afirmou nesta quarta-feira, 31, que parcerias são bem-vindas e a empresa tem algumas bem-sucedidas em exploração e produção. Agora, a expectativa é de busca de parcerias em outras áreas, como no refino. "Não é bom para o País a Petrobras ter 100% do monopólio no refino", disse Parenteno Fórum de Investimentos Brasil.

Ele também falou que, com as parcerias, além de recursos para a Petrobras, a expectativa é de novos investimentos para o País, na ordem de US$ 40 bilhões.

Parente lembrou que a empresa vem de um dos momentos mais complexos e delicados da sua história e que, apesar disso, os resultados operacionais têm sido positivos, com margens operacionais positivas. Reiterou, porém, que o tamanho da dívida da petroleira não permite "relaxar".

Preço

O presidente da Petrobras disse não acreditar em um mundo com petróleo a US$ 100 o barril, como chegou a ser observado no passado, mas também não vislumbra uma situação em que o preço recue ainda mais em relação aos patamares de preços atuais, tendo em vista os acordos existentes entre membros da Opep e outros grandes produtores para manter a produção nos níveis atuais.

Ele citou que organismos relevantes internacionais divulgaram recentes pesquisas indicando que em 2020 a 2021 haverá uma pressão de demanda derivada da redução dos investimentos das companhias tradicionais de petróleo entre 2014 e 2015, da ordem de 25%.



Relacionados

Economia | 21-05-2018 19:50

PRF contabiliza bloqueios em 18 Estados e no DF

PRF contabiliza bloqueios em 18 Estados e no DF

Economia | 21-05-2018 19:05

Padilha diz que Temer quer rever a situação da alta nos combustíveis

Padilha diz que Temer quer rever a situação da alta nos combustíveis

Economia | 21-05-2018 18:30

Ibovespa tem 3ª queda seguida e perde patamar dos 82 mil pontos

Ibovespa tem 3ª queda seguida e perde patamar dos 82 mil pontos

Economia | 21-05-2018 18:30

Após seis altas seguidas, dólar fecha em baixa de 1,4%

Após seis altas seguidas, dólar fecha em baixa de 1,4%

PUBLICIDADE