Olinto quer Sistema Nacional de informações com compartilhamento entre órgãos

Redação Tarobá News
Economia | Publicado em 01/06/2017 às 20:15

O novo presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Olinto, defendeu nesta quinta-feira, 1, a criação de um Sistema Nacional de Informações, pelo qual os diversos órgãos do governo compartilhariam informações que hoje são tratadas como sigilosas entre as diferentes esferas da administração pública. "Temos que nos conscientizar que isso é chave para processo", disse. "Para integrar, é preciso que outros produtores de informação se juntem a esse esforço."

Com 37 anos de IBGE e tendo passado por todos os cargos previstos na carreira, de técnico a coordenador e, por último, diretor de Pesquisas, Olinto disse que assume responsabilidade com a credibilidade do órgão de estatísticas. "O IBGE é um dos mais importantes e estratégicos dentro do governo", afirmou.

Olinto ainda brincou com os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento), presentes à cerimônia de posse, para demonstrar a importância do instituto. "Aquele PIB divulgado hoje, que vai nos fazer pensar, é nosso (do IBGE)", disse.

O novo presidente do IBGE elogiou seu antecessor, Paulo Rabello de Castro, que hoje foi empossado como presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "Paulo Rabello entrou ignorante, em suas próprias palavras, e se encantou, pegou um vírus, que infelizmente não tem cura, sobre a importância de trabalhar em um órgão de estatística", disse.



Relacionados

Economia | 21-09-2018 10:30

IPCA-15 de setembro é o mais baixo para o mês desde 2006

IPCA-15 de setembro é o mais baixo para o mês desde 2006

Economia | 21-09-2018 10:05

Dólar abre em alta com exterior e cai com percepção mais positiva sobre eleições

Dólar abre em alta com exterior e cai com percepção mais positiva sobre eleições

Economia | 21-09-2018 09:10

Petrobras mantém preço médio da gasolina na máxima em R$ 2,2514 no sábado

Petrobras mantém preço médio da gasolina na máxima em R$ 2,2514 no sábado

Economia | 21-09-2018 09:10

Consumidores esperam inflação de 5,6% em 12 meses a partir de setembro, diz FGV

Consumidores esperam inflação de 5,6% em 12 meses a partir de setembro, diz FGV