Para Maia, eventual inversão da pauta na CCJ não vai afetar Previdência

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 15/04/2019 às 16:40

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta segunda-feira, 15, que a eventual inversão da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) não vai afetar a reforma da Previdência. Líderes do Centrão articulam com a esquerda fazer a manobra na CCJ, para votarem primeiro a admissibilidade da PEC do Orçamento.

"Se a esquerda quiser prolongar a discussão, tenho a informação de que não vão deixar 100 parlamentares falarem. A CCJ não é a comissão do mérito", disse ele, após participar de fórum da Veja/Exame sobre 100 dias de governo.

Para Maia, a formação da comissão especial da Câmara que vai analisar o mérito da Previdência deve ser feita "na próxima semana ou, no máximo, na outra".



Relacionados

Economia | 18-04-2019 09:05

Usiminas tem lucro líquido de R$ 76 milhões no 1º trimestre (-51,6% em um ano)

Usiminas tem lucro líquido de R$ 76 milhões no 1º trimestre (-51,6% em um ano)

Economia | 18-04-2019 08:50

Japão mantém avaliação de recuperação moderada da economia

Japão mantém avaliação de recuperação moderada da economia

Economia | 18-04-2019 07:40

'Longo prazo é para jovens como eu'

'Longo prazo é para jovens como eu'

Economia | 18-04-2019 07:15

Reajuste divide caminhoneiros e parte da categoria ameaça greve

Reajuste divide caminhoneiros e parte da categoria ameaça greve