Petrobras aumenta gasolina em R$ 0,0396; preço do diesel não é alterado

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 23/04/2019 às 12:10

A Petrobras informou aos seus clientes na noite da segunda-feira, 22, que aumentou a gasolina em R$ 0,0396 a partir desta terça-feira, 23, um dia após ter alterado a forma de divulgação dos seus preços ao mercado e afirmado que "está comprometida com a transparência e repudia práticas monopolistas". A empresa mudou os valores de venda em seu site na manhã desta terça.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo, o aumento é "para inglês ver", referindo-se à defasagem de mais de R$ 0,10 em relação à gasolina no mercado internacional. A estatal reafirmou que continua alinhada aos preços no mercado internacional.

"Aos poucos (a Petrobras) vai matando os "concorrentes" e estabelecendo o monopólio. A defasagem continua muito elevada", lamenta Araújo.

Procurada pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a assessoria da estatal não soube informar se o aumento havia sido realizado.

Desde a segunda-feira, a Petrobras interrompeu uma série histórica dos preços da gasolina e do diesel vendidos em suas refinarias iniciada na gestão de Pedro Parente, e que diariamente informava o preço médio que seria praticado no País.

A empresa passou a divulgar o valor de venda dos dois combustíveis nos 37 pontos de venda que atua alegando que isso dará maior transparência aos seus preços.



Relacionados

Economia | 04-06-2020 12:00

Financiamento imobiliário cresce 22,6% ante abril de 2019, diz Abecip

Financiamento imobiliário cresce 22,6% ante abril de 2019, diz Abecip

Economia | 04-06-2020 11:50

SP oficializa congelamento de salários do funcionalismo em troca do socorro

SP oficializa congelamento de salários do funcionalismo em troca do socorro

Economia | 04-06-2020 11:22

Na Bolsa, investidor aproveita agenda fraca de indicadores para embolsar lucros

Na Bolsa, investidor aproveita agenda fraca de indicadores para embolsar lucros

Economia | 04-06-2020 11:00

Elétricas querem sinal firme da Aneel sobre reequilíbrio para proteger dívidas

Elétricas querem sinal firme da Aneel sobre reequilíbrio para proteger dívidas