Linha 4

Publicidade

Corpo carbonizado de mulher será identificado por exame de DNA

Redação Tarobá News

Apenas exames detalhados de DNA vão poder identificar de forma oficial o corpo carbonizado encontrado em Ibiporã.

Segundo a coordenadora do Instituto Médico Legal de Londrina, Cristiane Batilana, se trata de uma mulher, que teria sido parcialmente reconhecia pela família. Uma parte de uma tatuagem e uma falha em um dente foram apontados como pontos de identificação. A família colheu exames de DNA para verificar a possibilidade de reconhecimento.

Batilana aponta que apenas exames de genética vão poder dar a certeza de quem é a vítima. O corpo foi encontrado em meio a uma plantação de eucaliptos na estrada Três Figueiras, em Ibiporã, na última semana.

“O corpo estava em avançado estágio de decomposição e foi queimado. O exame de DNA será feito em fragmento ósseo, o que é mais demorado. Por isso acreditamos que o resultado pode sair em 90 dias”, aponta.

Segundo a família, a mulher que pode ser a vítima segue desaparecida. Eles não têm informações sobre ela há mais de 30 dias. A mulher era moradora da zona norte. O laudo do IML apontou que a causa da morte foi por traumatismo craniano. 

A Polícia Civil investiga o caso. Quem tiver informações podem entra em contato pelo 181.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.