Londrina
Cascavel

Tarobá FM

  • Londrina
  • Cascavel

"Ela não fez nada de errado", diz sogra de suposta vítima de assédio na UPA do Jardim do Sol

12/07/22 às 13:39 - Escrito por Redação Tarobá News

A sogra da paciente que acusa um médico da UPA do Jardim do Sol de assédio sexual durante uma consulta disse que a nora não fez nada de errado. O caso ocorreu na manhã desta terça-feira (12).


Para a mulher, a paciente foi forte ao relatar um caso grave como esse. "Ela foi forte com tudo o que ela passou. Mesmo com o choro, ela chegou aqui na Delegacia, mas agora está melhor, já está mais calma. Ela estava muito preocupada, mas não fez nada errado, quem fez algo errado foi ele. Ele que tinha que ter vergonha”, apontou.


A paciente relatou ter sofrido um caso de assédio há uma semana, em uma viagem de ônibus do Mato Grosso ao Paraná. Na ocasião, um passageiro que estava sentado ao seu lado teria tentado abusá-la sexualmente.


Conforme a sogra, a suposta vítima passou por uma consulta e precisou fazer um teste da Covid-19. Depois ela voltou a passar pelo médico para ser medicada. "Foi nesse momento que ele a assediou. Ele começou a falar coisas pra ela, dizendo que ela era muito bonita, gostosa, que era pra ela tirar a calcinha dizendo que o esposo dela era caminhoneiro então deveria traí-la e ela também deveria trair. Ela saiu chorando”, disse.


A sogra falou que espera que a justiça seja feita. "Ontem com tanta notícia ruim, a gente não acha que vai acontecer. Isso tem que ser delatado, tem que ser passado pra frente. Não sei o que vão fazer, mas que seja feita com rigor”, completou.


LEIA MAISMédico anestesista é preso em flagrante por estupro durante parto


© Copyright 2022 Grupo Tarobá