Linha 4

Publicidade

Confira como foi o debate com candidatos a prefeito de Cambé

Weslley Lemos

O Grupo Tarobá promoveu na noite desta quinta-feira (22) debate com os seis candidatos a prefeito de Cambé. Participaram Benê Filho (Podemos), Conrado Scheller (DEM), Dalto (PSDB), Jorge Teodoro (MDB), Paulo Soares (PL) e Professor Rômulo (Cidadania).

A emissora é a única da região a realizar debates no primeiro turno das eleições. O primeiro aconteceu na semana passada com candidatos a prefeito de Ibiporã e o de Londrina será no dia 12, três dias antes do dia de votação.

Assista o debate completo!

O debate
No primeiro bloco os candidatos foram apresentados. Posteriormente, o mediador Fernando Brevilheri explicou as regras e apresentou a Comissão Julgadora e as intérpretes de libras. Os candidatos foram sorteados para perguntas e escolheram outro para as repostas.

Rodada de perguntas
Dalto abriu a rodada e questionou Conrado Scheller sobre projetos com crianças, adolescentes, idosos e mulheres. Professor Rômulo perguntou ao Paulo Soares quais são as propostas para a zona rural do município. Já Benê Filho pediu para Jorge Teodoro comentar uma proposta de Conrado Scheller sobre gastos desnecessários.

Na sequência Jorge Teodoro pediu ao Professor Rômulo para comentar sobre o que não teria dado certo em governos anteriores sobre infraestrutura em bairros. Conrado Scheller     questionou ao Dalton sobre propostas na área da segurança pública. Por fim, Paulo Soares questionou Benê Filho sobre saúde.

Perguntas de jornalistas
Os profissionais da Tarobá fizeram perguntas com tema livre e os candidatos para repostas foram sorteado. Diogo Hutt perguntou sobre ajuda aos empresários após a pandemia para gerar empregos, Benê Filho respondeu. Juliana Lucilha quis saber como tornar a relação paciente com o SUS mais humana, questão direcionada ao Conrado Scheller. Weslley Lemos questionou sobre insegurança e a possibilidade da criação de uma Guarda Municipal e Professor Rômulo deu a reposta.

Aime Lima perguntou sobre habitação sem recursos estaduais e federais e Paulo Soares foi o sorteado. Rafael Sanchez solicitou que o candidato falasse sobre propostas para o esporte e Jorge Teodoro falou sobre. Já Luciane Miyazaki questionou sobre integração com municípios da região e Daltou respondeu.

Direito de reposta
Benê Filho fez um pedido de resposta alegando que teria sido chamado de ditador por Conrado Scheller. A Comissão Julgadora deferiu o pedido e concedeu um minuto para o candidato falar.

Rodada de perguntas com sorteio
Desta vez, Brevilheri sorteou candidatos para pergunta e para reposta. Professor Rômulo foi o primeiro e questionou Conrado Scheller sobre problemas na área da saúde. Depois Dalton fez uma pergunta sobre propostas na área da assistência social e inclusão que foi encaminhada ao Paulo Soares. Na sequência, o próprio Soares foi sorteado e perguntou sobre propostas para bairros da cidade ao Benê Filho.

Já Benê quis saber sobre os planos para os fundos de vale ao Professor Rômulo. Jorge Teodoro perguntou ao Dalton sobre o primeiro emprego aos jovens. Conrado Scheller continuou no assunto de geração de emprego e quis saber a proposta de Jorge Teodoro no tema.

No último bloco, cada candidato teve um minuto e meio para as considerações finais.

COMENTÁRIOS

Publicidade