Linha 4

Publicidade

Pedágio de Jacarezinho segue fechado, já o de Jataizinho está mais caro

Ticianna Mujalli

Quem passou pela praça de pedágio de Jataizinho neste sábado (2) pagou mais caro. A tarifa que antes era de R$ 16,10 agora é de R$ 22. Em Sertaneja, a Econorte também conseguiu, no STJ, derrubar a liminar que reduzia a tarifa em 26%. O preço voltou a R$18,90.

A praça de Jacarezinho, próximo à divisa com o estado de São Paulo segue fechada. Ela seria liberada às 00h deste sábado (2), após decisão do presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha expedida na última quinta-feira (28). Mas a 1ª Vara Federal de Jacarezinho conseguiu reverter a decisão nesta sexta-feira (1º) e com isso, a Econorte fica proibida de retomar a cobrança nesta praça que segue desativada.

A concessionária retomou atendimento médico e mecânico emergencial e a conservação das rodovias BR-153 e PR-090 o que deve continuar até que os trechos sejam devolvido à União.  

A Econorte está envolvida em duas fases da Operação Integração, que fazem parte da força-tarefa da Lava Jato. Segundo o Ministério Público Federal, a concessionária deixou de pagar mais de 19 milhões em tributos, além dos prejuízos à União, que podem passar de 56 milhões. 32 pessoas se tornaram rés num processo que investiga desvios de até 8 bilhões de reais beneficiando a concessionária e agentes públicos.

Os contratos do governo do estado com as concessionárias de pedágio tem duração até 2021.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.