Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Secretaria de Saúde de Londrina investiga mortes no HU e UPA da cidade

10/04/24 às 15:34 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A Secretaria Municipal de Saúde de Londrina investiga duas mortes em hospitais da cidade. Uma delas, uma jovem, de 25 anos,  internada grávida no Hospital Universitário, que deu a luz no hospital e veio a falecer com suspeita de dengue e do idoso de 64 anos que foi a óbito enquanto esperava atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim do Sol. A demora da âmbulância foi um ponto em comum dos casos, que chamou atenção. 


De acordo com o Secretário de Saúde, Felippe Machado, informou que as informações serão importantes para avaliar os óbitos no caso da gestante, Érica Campos. "Acredito que a declaração de óbito e as demais informações devam ter chegado no nosso núcleo de investigação, que faz a avaliação das causas de morte, avalaição de exames e informações de prontuário para classificar se a morte ocorreu por conta da dengue ou não". 


No caso de Sebastião Barros Marinho, que passou mal e esperou por atendimento na UPA do Jardim do Sol, enquanto o homem estava convulsionando, o titular da pasta afirma que o caso também será avaliado. "É instaurada uma comissão médica para avaliar o atendimento realizado desde o acionamento do Samu, até o desfecho. Dei dez dias para que a comissão fizesse o relatório detalhado para fazer os encaminhamentos pertinentes ao caso", relatou. 

Leia mais:

Imagem de destaque
SEGURANÇA PÚBLICA

Encontro debate papel na escola para proteção de crianças

Imagem de destaque
CELEBRAÇÃO

Semana da indústria reúne lideranças da região

Imagem de destaque
AUDIÊNCIA

Prefeitura realiza 1ª audiência pública do orçamento com público jovem

Imagem de destaque
RACIONAMENTO

Produtores rurais sofrem com a falta de chuva em Goioerê


No caso do idoso, o Ministério Público abriu investigação e deu o prazo até o dia 12 (sexta-feira) para entregar todas as informações sobre o caso. O MP também informou que a depender da análise dos documentos, a denúncia deve ser oferecida para a Polícia Civil, que informou não ter inciado as investigações, por não ser notificada sobre o caso. 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá