Linha 4

Publicidade

Secretário de saúde do estado Beto Preto visita as obras do Hospital Regional

Redação Tarobá News

Uma comitiva formada pelo secretário de Saúde do estado do Paraná, Beto Preto e pelo deputado estadual e secretário de administração do Governo do Estado, Marcel Micheletto (PL) visitou na tarde desta quarta-feira (07) as obras do Hospital Regional de Toledo (HR). A comitiva foi acompanhada pelo prefeito de Toledo, Luis Adalberto Beto Lunitti Pagnussatt (MDB), pelo vice-prefeito, Ademar Dorfschmidt (Cidadania), pelo prefeito de Assis Chateaubriand, Valter Aparecido Souza ‘Valtinho’ (PL), e por boa parte dos vereadores da atual legislatura municipal.

Beto Preto teve agenda na região nesta quarta-feira e por isso decidiu vir a Toledo para acompanhar de perto o andamento das obras do Hospital Regional. O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD), foi favorável à visita e segundo Beto Preto foi enfático ao pedir por sua contribuição para uma rápida solução, visando a abertura da estrutura que depois de 10 anos passa por uma reforma, mesmo sem nunca ter atendido um paciente sequer.

Beto Preto ressaltou que existe uma enorme demora para a abertura do HR, mas lembrou que o Governo do Estado será parceiro nesse processo de abertura. “Eu vim até aqui para conhecer de perto a estrutura e o que está sendo feito. Nós temos o compromisso de estar junto na solução! Nós precisamos entregar mais leitos para os municípios da 20ª Regional de Saúde e principalmente para Toledo, que é uma cidade importante para o Paraná. Agora com essas adequações, a estrutura estará apta para que nós possamos efetuar a abertura”, ponderou.

Beto Preto também mencionou que a partir de agora os esforços precisam ser direcionados para qual será a finalidade do Hospital. “Qual é o perfil do hospital? O perfil quem vai falar é a região! Não dá para a gente montar aqui uma estrutura de R$ 20 milhões para um Hospital Escola. Eu tenho certeza que esse é um desdobramento fantástico que o município de Toledo vai ter para os próximos 10, 20, 30 anos. Se Deus abençoar de acordo com a obra, esperamos abrir o hospital no final de 2021 ou no início de 2022, mas é claro sem iludir ninguém e sem criar expectativas que não possam ser cumpridas”, pontuou.

Sobre uma parceria entre o Governo do Estado e o Governo Municipal para a continuação das obras e a futura manutenção do espaço, o secretário reforçou que de qualquer forma haverá colaboração do Estado. “Todo o atendimento que for feito pelo Sistema Único de Saúde será custeado com recursos do teto de média e alta complexidade do Estado do Paraná. Então nós vamos estar aqui seja direta ou indiretamente”, esclareceu Beto Preto.

Gestão

A gestão do Hospital Regional ainda é uma incógnita. A princípio o HR seria gerido pelo Consórcio Intermunicipal Samu Oeste (Consamu), mas no momento esta situação parece não estar resolvida e outras soluções começam a ser discutidas.

Também durante a visita o prefeito Beto Lunitti entregou ao secretário um documento que visa a discussão da gestão da estrutura por parte da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Beto Preto assinou o documento e comentou sobre a possibilidade.

“Nós vamos discutir a situação olho no olho e entender quais são as melhores opções. Nós vamos falar francamente! Se o Estado tiver condições ok, se não tiver condições vai participar financeiramente da manutenção”, afirmou.

O prefeito Beto Lunitti também comentou sobre o pedido de gestão para o Governo do Estado. “O documento tem o intuito de criar um vínculo de participação do Estado na gestão do HR. Quando o secretário diz que de uma forma ou de outra o Estado participa, isso dá um alento não só a Toledo, mas aos 18 municípios da regional de saúde. Isso é fundamental, que ocorra evidentemente a participação do Estado, dos municípios e de todas as forças políticas. Que seja aquele velho modelo que todo mundo fala, que é o tripartite, federação, estado e municípios podendo fazer o melhor pela saúde”, informou Lunitti.

Fonte; Toledo News

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade