Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Vagas do estacionamento rotativo passam a ter 10 minutos de tolerância em Cascavel

01/12/22 às 08:39 - Escrito por Redação Tarobá News

Visando melhorias para os usuários das vagas do estacionamento rotativo, a Transitar vem implementando algumas mudanças nos últimos meses, com base em algumas dificuldades e sugestões apresentadas pela população.


Recentemente, foram instalados 35 equipamentos de parquímetro com opção de pagamento de notificações e tempo de estacionamento com cartões de crédito ou débito, somando-se às facilidades do uso do aplicativo Vago, que já é o meio de pagamento mais utilizado em Cascavel.

 
Dando sequência ao processo de modernização, no mês de novembro o cartão de tempo também foi substituído pela utilização da tag e o aplicativo Vago passou a aceitar o pagamento através de PIX, além do já utilizado cartão de crédito. O mês de dezembro inicia com a tolerância de 10 minutos para utilização das vagas de EstaR, além de outras duas mudanças que visam resolver dificuldades apresentadas pelos usuários, sendo uma relacionada a notificação e outra ao número da vaga.



Notificação
A notificação deixada no para-brisa dos veículos quando este não está utilizando o tempo é alvo de algumas reclamações: I - elas podem molhar e prejudicar as informações;  II - o papel pode se soltar ou até mesmo ser retirado, dificultando a ciência do usuário quando este é notificado. Como solução, a Transitar passa a utilizar um adesivo que será colado no vidro lateral do veículo, impedindo que este se desprenda do limpador do para-brisa, onde normalmente era deixada até então.  
Outra novidade é o push que os usuários que utilizarem o aplicativo Vago receberão quando forem notificados.


Número da vaga
Com as vagas numeradas, alguns usuários que utilizam o aplicativo para mais de um veículo, esquece de alterar a placa e é notificado, pois a fiscalização não considera o número da vaga e sim a placa do veículo. O número da vaga é utilizado para organização e facilidade do usuário, mas não é considerada para efeitos de fiscalização. Outro limitador refere-se aos casos dos usuários que, ao sair da vaga, esquecem de encerrar no aplicativo, impedindo que outro motorista estacione na mesma vaga até que o tempo seja concluído. A não vinculação das vagas também visa facilitar a inserção de créditos pelo usuário, diretamente na sede da Transitar ou nos equipamentos de parquímetro, já que o usuário não terá mais necessidade de saber a vaga exata que irá utilizar. 


Inicialmente os números não serão retirados, mas a existência destes não será uma condição para a fiscalização ou não da vaga.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá