Linha 4

Publicidade

"Falar a verdade é crime no Brasil", dispara Boca Aberta; veja a entrevista

Redação Tarobá News

O deputado federal Emerson Petriv, conhecido como Boca Aberta, foi ao Creslon nesta terça-feira (26). No Centro de Ressocialização de Londrina, ele se apresentou por ter um mandado de prisão expedido pela Justiça. "Falar a verdade é crime no Brasil. Tem um monte de contraventor que nunca foi preso no País", afirmou.

VEJA MAIS: Boca Aberta deverá passar duas noites no Creslon

A condenação é por 17 dias por contravenção penal. Ainda não se sabe Petriv cumprirá o semiaberto, tendo que voltar ao Creslon para dormir ou se usará tornozeleira eletrônica. O deputado reclamou sobre a decisão da justiça e alega que isso é ‘perseguição política’.  Ele diz que é uma injustiça, já que ele estava apenas fazendo o trabalho de apuração do trabalho de funcionários públicos, como vereador, na época.

A condenação é por ter perturbado trabalhadores e pacientes de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Londrina (PR), em 2017.

“É um grande espetáculo da Justiça brasileira. Quem algum dia foi preso por contravenção penal? Essa é uma grande vergonha do Brasil e do judiciário londrinense, prender um deputado por trabalhar, por pegar médico dormindo de madrugada e o povo morrendo esperando", comentou.

Em novembro de 2020, uma outra ordem de prisão contra o deputado federal foi revogada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). O parlamentar acredita que vai conseguir reverter a sentença em multa. “Não me arrependo”, finalizou.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade