Especialista defende suspensão da fiscalização com radares móveis

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 15/08/2019 às 16:05

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) suspendeu as operações e fiscalizações com radares móveis nas rodovias federais a partir da próxima segunda-feira (19). A medida dividiu opinião de motoristas. 

Enquanto alguns concordaram porque veem os radares como parte de uma suposta "indústria da multa", outros dizem que o fim das fiscalizações pode tornar o trânsito mais perigoso. 

ENTENDA A MEDIDA: 

O consultor de trânsito Hilton Cesar Belchior defendeu a medida do governo federal. Segundo ele, a fiscalização por radar móvel não cumpre com requisitos da legalidade. "A fiscalização tem que estar identificada. Não fica. 

O presidente ainda fala: no final de um 'retão', depois de um 'descidão', o policial atrás de uma árvore, de uma placa, uma moita. A lei não fala sobre isso e é justamente por esse motivo que ele decidiu revogar". 

Belchior defende, no entanto, a continuidade dos radares fixos. 

Com TV Tarobá 



Relacionados

Almirante Tamandaré | 05-12-2019 17:10

Homem encontrado morto em milharal tinha acabado de sair da cadeia após 13 anos

Homem encontrado morto em milharal tinha acabado de sair da cadeia após 13 anos

Foz do Iguaçu | 05-12-2019 17:00

Cinco ônibus foram retidos na Operação Muralha/Hórus

Cinco ônibus foram retidos na Operação Muralha/Hórus

Anahy | 05-12-2019 16:53

Informação que vereador teria tentado colocar fogo em casa é falsa

Informação que vereador teria tentado colocar fogo em casa é falsa

São Miguel do Iguaçu | 05-12-2019 16:49

PRF apreende crack e cocaína escondidos em carro na BR 277

PRF apreende crack e cocaína escondidos em carro na BR 277

PUBLICIDADE