Homem encontrado morto em milharal tinha acabado de sair da cadeia após 13 anos

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 05/12/2019 às 17:10

Foto: Antônio Nascimento/Banda B)

Um homem, de 52 anos, que foi encontrado morto próximo a um milharal, nesta quarta-feira (4), em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, tinha ficado preso por 13 anos em regime fechado. Livre há aproximadamente um mês, Paulo Ricardo dos Santos estava morando no Bairro Novo, em Curitiba.

Segundo o delegado Tiago Dantas, da Delegacia de Almirante Tamandaré, Paulo estava com roupas novas quando foi encontrado. “Provavelmente foi um acerto de contas, enquanto estava preso, a conta chegou e ele pagou com a própria vida. Efetivamente, ele usava roupas novas, com etiqueta ainda, o que deixou a PC curiosa”, explicou.

O homem tinha sido condenado a 32 anos de prisão, mas ganhou liberdade após cumprir os 13 anos. Natural de Paranaguá, ele estava preso por receptação, falsa identificação e homicídio.

A vítima foi morta com pelo menos 10 disparos de arma de fogo, entretanto, a polícia acredita que tenha sido desovada no lugar onde foi encontrada. “O número de perfurações no corpo de vítima induz a polícia acreditar que foi execução. Não há vestígios e nem cápsulas no local do crime, então ele não foi executado ali”, relatou Dantas.

Nenhum suspeito foi localizado e a Polícia Civil do Paraná continua investigando o caso.

Com informações: BandaB



Relacionados

Francisco Beltrão | 25-01-2020 10:59

Rapaz é encontrado morto dentro de um córrego no bairro Padre Ulrico

Rapaz é encontrado morto dentro de um córrego no bairro Padre Ulrico

Arapongas | 25-01-2020 09:59

Maus-tratos a cão resulta em multa a dona de animal em Arapongas

Maus-tratos a cão resulta em multa a dona de animal em Arapongas

Londrina | 25-01-2020 09:26

Carro roubado é localizado com ajuda de helicóptero da PM

Carro roubado é localizado com ajuda de helicóptero da PM

Fazenda Rio Grande | 25-01-2020 09:03

Júri de homem acusado de matar ex na frente da filha é suspenso e decisão deve sair neste sábado

Júri de homem acusado de matar ex na frente da filha é suspenso e decisão deve sair neste sábado