Mulher leva marretada durante briga em Umuarama

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 13/09/2019 às 10:36

Foto: Ricardo Trindade/ O Bemdito

Uma mulher foi encaminhada em estado considerado grave para o hospital, com suspeita de traumatismo crânio-encefálico, após levar uma marretada na cabeça, em Umuarama. O caso aconteceu na manhã desta sexta-feira (13), na rua Campo Grande, no Jardim Indaiá – região do bairro Panorama.

A vítima chamada Ana Paula, 22 anos, foi atingida na nuca por outra mulher, que não teve o nome divulgado, de 20 anos. Conforme apurado pela Polícia Militar (PM), a agressão teria sido motivada por uma desavença entre as duas. 

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu estiveram no local. A vítima foi encaminhada ao hospital Norospar (plantão). De acordo com a PM, as duas mulheres teriam brigado há algum tempo na saída de uma casa noturna localizada na avenida Maringá, centro da cidade.

Na ocasião, a vítima desta sexta-feira teria agredido a outra jovem, que sofreu um corte na testa. Os policiais informaram que após aplicar a marretada na vítima, a agressora fugiu pelo bosque do Índio, por isso não foi detida em flagrante. 

A suspeita tem passagem por tráfico de drogas e a PM já a identificou. Familiares teriam informado que a moça vai se apresentar na Delegacia na próxima segunda-feira (16). Ela pode ser acusada de tentativa de homicídio.


Fonte: O Bemdito



Relacionados

Curitiba | 19-09-2019 19:10

Suspeitos de participarem de morte de homem por dívida de R$ 50 são presos

Suspeitos de participarem de morte de homem por dívida de R$ 50 são presos

Ponta Grossa | 19-09-2019 17:23

PRF apreende veículo com cigarros na Av. Souza Naves

PRF apreende veículo com cigarros na Av. Souza Naves

Ponta Grossa | 19-09-2019 17:07

Presos da Cadeia de Ponta Grossa participam de Círculos de Justiça Restaurativa

Presos da Cadeia de Ponta Grossa participam de Círculos de Justiça Restaurativa

São Miguel do Iguaçu | 19-09-2019 16:58

36 presos da cadeia pública foram transferidos para presídios de Foz do Iguaçu

36 presos da cadeia pública foram transferidos para presídios de Foz do Iguaçu

PUBLICIDADE