Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel
Londrina
Cascavel

“Londrina, Cidade das Artes” é tema de nova etapa do Programa Caminhos do Graffiti

24/03/22 às 08:13 - Escrito por Redação Tarobá News
Foto: Emerson Dias -

Começou na última terça-feira (22), mais uma etapa do Programa Caminhos do Graffiti. Conduzidos pela artista Kenia Kuriki, os 20 alunos do programa participaram de oficinas práticas e teóricas, na terça (22) e quarta (23), para começarem a colorir a outra face do viaduto da Avenida Celso Garcia Cid nesta quinta-feira (24), a partir das 8h.

Com o tema “Londrina, Cidade das Artes”, as oficinas foram realizadas na sede da ALC, localizada na Avenida Saul Elkind, 790. Tendo o trabalho de outros artistas do graffiti como referência, os alunos aprenderam sobre a técnica do stencil, e também sobre a trajetória da graffiteira Kenia Kuriki, responsável por essa etapa.

“Junto com os alunos, de maneira coletiva, estamos selecionando imagens que representem as artes presentes na cidade ou que eles têm mais contato. Muitos citaram o samba, o movimento hip hop, teatro, circo; cada um escolheu uma imagem que representasse essas artes e confeccionaram um estêncil, que vai ser utilizado na pintura do viaduto”, contou Kuriki.

Além de pintar os viadutos da cidade com obras de graffiti, o programa oferece o aprendizado dessa arte para 20 jovens. Destes, dez são bolsistas, que recebem uma ajuda de custo, no valor de R$500, para participar das atividades práticas e teóricas. A artista e integrante do Capstyle contou que o envolvimento dos alunos tem sido surpreendente. “O desempenho dos alunos tem sido incrível, já é a terceira leva de oficinas que eles participam e o desenvolvimento é surpreendente. Eles estão conseguindo passar todo o talento que já têm de uma forma boa para o projeto, colocando nas pinturas. Está sendo uma experiência muito rica, não só para nós, artistas, mas com certeza para eles também, que estão iniciando sua trajetória”, comentou.

Para contribuir com essa nova fase do programa, foi convidada a artista Jay Moreira, de Cascavel. “Fiz o convite para a Jay que é mulher e mãe, gosto muito da forma como ela trabalha, abordando as dificuldades que as mulheres enfrentam todos os dias. E esse é um viaduto que gostaria que representasse as mulheres e suas lutas”, acrescentou Kuriki.

O secretário municipal de Cultura, Bernardo Pellegrini, complementou que ter mulheres à frente desta etapa diferencia todo o processo. “Nesta etapa temos as grafiteiras mulheres mostrando a força do coletivo feminino nessa forma artística de expressão. Cada vez mais, as mulheres estão ocupando esses lugares, levando suas mensagens aos espaços públicos e construindo essa grande galeria da diversidade multicultural de Londrina”, frisou.

Inicialmente, o Caminhos do Graffiti vai ilustrar sete viadutos ao longo da Avenida Dez de Dezembro, que interliga as regiões norte e sul da cidade. “Aos poucos, a cidade vai tendo mais contato com esse museu ao céu aberto e com essa arte popular. O tema dessa vez vai ser Londrina Cidade das Artes; nas etapas anteriores tivemos o Café e os Pioneiros. Nesse projeto, estamos promovendo a arte do graffiti, embelezando a cidade e ampliando nosso senso de pertencimento, ao valorizar o que é nosso, o local, especialmente a cultura que faz parte do nosso dia a dia, conta nossa história e aponta novos caminhos para nossa cidade”, concluiu.

A expectativa é que a pintura do viaduto da Avenida Celso Garcia Cid seja concluída no próximo domingo (27).

© Copyright 2022 Grupo Tarobá