Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Promic 2022 divulga projetos culturais selecionados para bolsas

04/08/22 às 17:53 - Escrito por Redação Tarobá News

A Secretaria Municipal de Cultura publicou o resultado final do Edital 001/2022, que seleciona projetos independentes a serem contemplados com bolsas para oficinas criativas do programa Fábrica – Rede Popular de Cultura, financiadas com recursos do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). A relação dos projetos selecionados pode ser conferida no Jornal Oficial do Município, edição nº 4.696, disponibilizado na última terça-feira (2).


A lista também traz o resultado das decisões quanto aos recursos interpostos na fase preliminar, e ainda reúne os projetos que foram classificados e ficarão como suplentes, além dos projetos desclassificados neste certame.


Ao todo, foram selecionados 30 projetos culturais, sendo 20 inscritos na linha de R$ 20 mil, e mais 10 na linha de R$ 40 mil. Dessa forma, o investimento total do Promic para o custeio das bolsas será de R$ 800 mil – divididos em R$ 400 mil para cada linha existente. O edital contou com 77 inscrições válidas.


Prezando pela equidade e diversidade de linguagens culturais, as bolsas abrangem projetos inseridos em diferentes segmentos: Literatura, Hip Hop, Música, Teatro, Artes de rua, Cultura Integrada e Popular, Dança, Circo, Cinema, Artes Gráficas e Mídia.


Os projetos selecionados neste edital agora seguem para a próxima fase, que é a apresentação da documentação solicitada, nos termos do Chamamento Público (Anexo III do edital). Os proponentes terão prazo de 15 dias corridos e improrrogáveis, contados a partir da publicação oficial, para apresentar os documentos necessários à celebração do Termo de Compromisso Cultural, pela plataforma virtual do Londrina Cultura. O prazo máximo é até 17 de agosto, às 23h59.


Aqueles que não cumprirem corretamente essa etapa, dentro do prazo estabelecido, serão desclassificados. A entrega dos documentos deve ser feita, exclusivamente, pelo portal Londrina Cultura, e não serão aceitos envios feitos presencialmente ou por qualquer outro meio. É necessário que cada responsável pelo projeto esteja cadastrado como Usuário Externo no Sistema Eletrônico de Informações (SEI).


Para facilitar a organização dos agentes culturais, a Diretoria de Incentivo à Cultura, da SMC, criou um check list com a relação de documentos necessários e links de acesso, disponibilizados ao final da página https://portal.londrina.pr.gov.br/incentivo-cultura/promic/editais.


O coordenador do Fábrica – Rede Popular de Cultura, Valdir Grandini, enfatizou que os editais deste programa são orientados pela valorização e estímulo à diversidade, atendendo a várias linguagens e vertentes artísticas. “Este edital de oficinas criativas parte dessa ideia de rede integrada e passa por diferentes modos, origens e fazeres culturais. Dentre muitos aspectos, abrange direitos humanos, inclusão, cultura indígena e negra, manifestações populares e de rua, nutrindo este caráter de permitir que a população que mais precisa possa ter acesso a capacitações e aprenda a criar dentro deste universo tão amplo”, frisou.


Segundo Grandini, a iniciativa é importante porque permite que muitas pessoas, principalmente crianças e adolescentes, conheçam, apreciem e vivam a arte de perto. “Os projetos têm essa função sociocultural e arte-educativa, para que o público consiga tecer e construir seus pontos de vista, novas angulações e visões de mundo, especialmente nos bairros mais carentes. Temos agora 30 novos projetos sendo selecionados para dar essa cara criativa a Londrina e espalhar cultura por vários cantos. Com muito gosto, oferecemos essas atividades, o Promic abre um leque de oportunidades e gera benefícios que ajudam a transformar a vida das pessoas”, apontou.


Para o coordenador, as bolsas de oficinas representam uma chance para os londrinenses estarem em contato com pessoas talentosas, criativas e capacitadas que fazem cultura na cidade. “A ação reúne artistas e produtores culturais com vários perfis, seja com ou sem uma formação específica na área, mas de vivência importante neste segmento”, disse.


Programa Fábrica – Atualmente, o programa Fábrica – Rede Popular de Cultura conta com mais de 20 projetos vinculados, circulando por várias linguagens artísticas e públicos-alvos. As expressões culturais contempladas incluem abordagens nas áreas musical, de dança, teatro, vídeo, hip-hop, capoeira, circo e outras, proporcionando aos participantes o aprendizado artístico, leituras de mundo, reflexões e o desenvolvimento da expressão, da criatividade e comunicabilidade.


Em 2022, são 26 projetos culturais ligados ao Fábrica, uma vez que alguns deles trabalham com oficinas contempladas por editais do Promic, como o de Vilas Culturais e de Projetos Estratégicos, por exemplo.

Valdir Grandini avalia que o programa vem ganhando dimensão em Londrina, criando uma rede de projetos que promove a troca de referências, aprimora a qualificação do processo cultural e dá mais potência às iniciativas dessa natureza.


“No primeiro edital do Fábrica, em 2021, em que boa parte dos projetos já foi encerrada, tivemos atividades formativas e de apresentação de resultados criativos, fortalecendo uma movimentação cultural que precisava de uma energia maior na cidade. A intenção é que os projetos se conversem mais e possam crescer principalmente nas comunidades. A rede ganha muito com este segundo edital agora, por meio do qual teremos mais eventos e um circuito ampliado de resultados criativos. Estamos crescendo em quantidade e qualidade. A perspectiva para os próximos meses é muito boa, estamos motivados para deixar a cidade mais alegre e envolvida com este processo cultural”, concluiu.


Promic 2022 – Ao todo, o Promic 2022 contempla cinco editais que abordarão temáticas diferentes e serão publicados de forma gradativa no Portal da Prefeitura de Londrina, no Jornal Oficial do Município e na página da Secretaria Municipal de Cultura.


O valor do montante disponibilizado este ano, para o Promic 2022, é de R$ 4,834 milhões divididos entre os cinco chamamentos, que beneficiarão projetos culturais da cidade.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá