Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Mais de duas mil pessoas participaram do 5° AgroBit Brasil 2022

11/11/22 às 09:45 - Escrito por Redação Tarobá News

Com o objetivo de estimular inovações e tecnologias para a jornada do produtor rural, destacar cases de sucesso, compartilhar conhecimento e promover networking, o 5º AgroBIT Brasil 2022 teve cerca de 50 palestrantes e mais de 2 mil participantes.


O evento contou também com uma área de exposição de maquinários e estandes para 31 empresas patrocinadoras, além de espaço exclusivo para startups do Smart Farm AgroBIT Mapa Conecta, Prêmio Produtor Rural 4.0, Academia para Mulheres do Agronegócio, minicursos, AgroBIT Carreira e o programa AgroValley de Portas Abertas, que recebeu a visita de estudantes de escolas agrícolas. A realização do AgroBIT Brasil foi da Sociedade Rural do Paraná, FB Group, Sebrae e AgroValley.  

Durante os dois dias foram realizadas palestras e painéis, destacando o fortalecimento do uso de tecnologias do plantio à comercialização. O dois minicursos sobre operador de drones e o uso de tecnologias na aplicação de defensivos teve uma ótima procura por técnicos, engenheiros agrônomos e produtores rurais, esgotando todas as vagas antecipadamente.

Para a CEO da FB Group, Daiana Bisognin, a 5ª edição do AgroBIT foi uma das mais completas, superando expectativas e se tornando, a cada ano, um ponto de encontro e referência para debater soluções e desafios de inovação para a cadeia produtiva do agronegócio. “Somente através da inovação é que o produtor vai conseguir dar saltos de produtividade e reduzir custos, mantendo a competitividade do agronegócio brasileiro”, afirma Daiana.

A participação feminina é outro aspecto favorável na avaliação da CEO. O evento evidenciou a atuação das mulheres do agro, tendo em vista que o público feminino tem um papel relevante na contribuição do setor.  

O último dia foi marcado pela participação massiva de mulheres agricultoras de várias regiões do País nas palestras ministradas na Academia de Mulheres. Um painel exclusivamente feminino, com duas jornalistas e uma influencer, debateu os “Desafios para a comunicação do Agro”.  

A Academia de Mulheres, lançada este ano, cumpriu com seus objetivos, realizando diversas palestras, de sucessão familiar a gestão e comercialização da safra.

Carla Sonada, da Sicredi Dexis, também foi destaque do AgroBIT na programação para o público feminino, com a palestra “Gestão Financeira no Agronegócio”. Sonada contou com o reforço de declarações de mulheres do agro. “Nós trouxemos associadas da Sicredi, que apresentaram em suas falas como atuar e quais os meios para termos uma boa gestão financeira dentro e fora da porteira”, ressaltou.

A palestra “O poder do marketing de essência na era digital”, ministrada por Thaciana Reis, fechou a programação da Academia AgroBIT para Mulheres do Agro com chave de ouro. “Enquanto a gente não se reconectar com a nossa verdadeira essência, ou seja, com nossa espiritualidade, nós não vamos ter soluções impactantes”, defendeu Thaciana, destacando que antes de tudo é preciso perceber que o Marketing Digital é somente uma das várias estratégias que uma empresa tem para difundir seus produtos e comunicar suas campanhas. 
 
Em conversa com as agricultoras, a gerente de Marketing e Relacionamento da FB Group, Fernanda Anastácio da Silva, descobriu que elas buscam conteúdos mais técnicos, voltados para produtividade e rentabilidade e não só pautas sobre o empoderamento da mulher. “As participantes demonstraram grande interesse em temas como gestão da propriedade, sucessão familiar e uso de tecnologias no campo”, acrescenta Fernanda.  
 
Ecossistemas de Inovação
Um dos painéis debateram os ecossistemas de inovação, os desafios das agtechs, sustentabilidade e novas formas de governança.  

No Brasil, o ecossistema de inovação ainda é um conceito em construção e, consequentemente, tem muitos desafios pela frente. A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep-PR), por meio do Senai, contribui para diminuir essa distância, oferecendo uma ampla grade de cursos de capacitação profissional.

No AgroBIT 2022, o Senai mostrou outra vertente, que é o apoio ao desenvolvimento, através do case da Ecossistema Iguassu Valley, na Região Oeste do Paraná. A Iguassu está fomentando a difusão tecnológica regional.

O Oeste tem uma grande vocação agrícola, mas, a governança proposta pelo ecossistema, consegue mirar e desenvolver outras tendências de negócios, como as foodtechs, que estão sendo incentivadas na região de Toledo.

Marcelo Fernandes de Azevedo é supervisor de Desenvolvimento de Lucas do Rio Verde, cidade mato-grossense, que ocupa o 17º lugar no ranking do Ministério da Agricultura e do Abastecimento (Mapa), entre os 100 municípios mais ricos do agronegócio.  Azevedo é um dos fundadores da Aliança de Inovação do Cerrado e apresentou aos participantes do AgroBIT 2022 o sistema de inovação da região.  

“Entre os nossos próximos passos será firmar um pacto por inovação do município, envolvendo a iniciativa privada, sociedade organizada, todo o eixo do ensino e poder público. Também estamos avançando com projetos de inovação para o próximo ano, com a criação de um Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação e um hub de inovação para o agro. Queremos levar todo esse processo para o nosso Consórcio Intermunicipal, envolvendo toda a região de Lucas do Rio Verde”, assegurou Azevedo.

“Sensação de dever cumprido. O evento foi um sucesso de público, de patrocinadores, expositores e qualidade das palestras”, define o diretor de Inovação da SRP, Renan Salvador, que destacou a parceria entre a SRP, FB Group, AgroValley e Sebrae, que proporcionaram a 5ª edição do AgroBIT.  

 

“Foi fantástico ver as novas tecnologias aplicadas no campo. O evento trouxe uma vitrine de oportunidades para o produtor usar no campo. “O principal objetivo é levar cada vez mais condições para que o produtor possa usar as melhores e mais inovadoras ferramentas tecnológicas, com o objetivo de ser mais produtivo e mais rentável no campo”, enfatiza Salvador.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá