Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

AgroBIT Brasil debate soluções e novas tecnologias para a agropecuária

07/11/22 às 10:41 - Escrito por Redação Tarobá News

Como desenvolver inovação com sustentabilidade? Quais as principais tecnologias que estão chegando para o produtor brasileiro? A adoção dos bioinsumos traz vantagens ambientais e reduz custos? Essas, entre outras perguntas vão nortear as discussões no 5º AgroBIT Brasil, um dos eventos mais relevantes de tecnologia e inovação para o agronegócio. O evento será realizado no Parque Governador Ney Braga, em Londrina, nesta terça (8) e quarta-feira (9).


Quem tiver interesse em participar de palestras e painéis pode se inscrever pelo site do AgroBit Brasil.  

 

Além de palestras e painéis sobre as inovações e tendências do agronegócio, o AgroBIT 2022 vai revelar e premiar produtores rurais e startups que estão fazendo a diferença no País. A realização do AgroBIT é da Sociedade Rural do Paraná, Sebrae, FB Group e AgroValley Londrina. 

 

A cerimônia de abertura está marcada para 8h30 e, logo após, o consultor e executivo Dado Schneider, doutor em Comunicação, criador da marca Claro, fará a palestra inaugural com o tema “O mundo mudou... bem na minha vez”. 

 

Durante os dois dias produtores rurais, engenheiros agrônomos, cooperados, empresários, investidores, pesquisadores e acadêmicos estarão em contato com soluções inovadoras que elevam a produtividade e rentabilidade, além de reduzir custos de produção no campo. 

 

Com diversas atividades e 48 palestrantes, o AgroBIT 2022 apresenta a inovação em todos os aspectos da jornada do produtor - do planejamento do plantio à comercialização.

 

Os participantes vão acompanhar nas palestras, com especialistas da academia e do mercado, o que há de mais revolucionário, produtivo e rentável em estratégias para análise e preparo de solo; adubação e nutrição de plantas; tipos e tratamento de sementes; melhoramento genético de plantas; irrigação; manejo de pragas e doenças, biotecnologia e bioinsumos, agricultura urbana, colheita 

 

Várias palestras são esperadas, entre elas, “Inovações e estratégias no preparo do solo para aumento da produtividade”, que será proferida por Carlos Vinícius Batista de Melo, líder comercial da Datafarm, uma plataforma de inteligência agronômica que auxilia no planejamento e na tomada das melhores decisões para levar alta performance às lavouras. 

 

Carlos Vinícius vai destacar como realizar as principais estratégias para o preparo do solo com eficácia: correção e condicionamento do solo, boa adubação, rotação de culturas e o sistema de plantio direto, para conseguir maior produtividade. 

 

Outro destaque será o painel “Evolução da Agricultura Brasileira: Inovações na utilização de Defensivos Agrícolas”, com Robinson Osipe, da Estação Dashen; Silvestre Bellettini, da UENP; e Eduardo Mazzuchelli, do IDR PR. A mediação será do presidente da Sociedade Rural do Paraná, Marcelo Janene El-Kadre. 

 

O tema “Práticas adequadas de Irrigação: Irrigação de precisão e o uso inteligente da água na agricultura” será abordado por Cynthia Cristina Martins Junqueira, da Espectro Ltda, uma empresa de pesquisa e desenvolvimento de projetos. Cynthia vai falar como as boas práticas de irrigação podem proporcionar ganhos quantitativos e qualitativos que levam à maior produtividade. 

 

Outra atração bastante aguardada é a palestra “Avanços no setor de sementes” com o pesquisador da Embrapa Soja, José de Barros França Neto. Ele vai falar da importância do uso de sementes de soja de qualidade, associada com alta semeabilidade no sucesso da instalação da lavoura. Dados da Embrapa Soja comprovam que lavouras de soja originadas com sementes de alto vigor tem um potencial de produtividade com ganhos variando de 10 a 15%. 

 

Com o tema “Bioinsumos: Inovação sustentabilidade e aumento da rentabilidade", a pesquisadora da Embrapa Soja, Mariângela Hungria, vai abordar como os inoculantes biológicos podem substituir fertilizantes químicos, contribuindo para a chamada agricultura regenerativa. Também vai abordar a produção on farm de bioinsumos.

 

O painel “Desafios para a comunicação do Agro”, que terá como moderadora a Ceo da FB Group, Daiana Bisognin, está imperdível. O painel traz três mulheres atuantes em comunicação no segmento do agronegócio, as jornalistas Vera Ondei, da Forbes Brasil e Flavia Romanelli, da Ello Agronegócios / AsBraAp, e ainda Aretuza Negri, idealizadora do perfil “Ela é do Agro", no Instagram. 

 

Atividade que promete ser destaque no segundo dia é a “Academia AgroBIT para Mulheres do Agro”, uma rodada de discussões e palestras para produtoras e gestoras rurais. A programação traz uma mesa redonda sobre a utilização de tecnologias na produção, além de palestras sobre gestão rural; marketing de essência na era digital; sucessão e governança; e empoderamento feminino. 

 

Também integra a programação do evento o AgroBIT Carreira, voltado para a recolocação e desenvolvimento de estudantes e profissionais do agro no mercado de trabalho. Oito especialistas vão ministrar palestras com foco no cliente e dicas para conquistar a tão almejada vaga.

 

Esta edição também programou dois minicursos direcionados a produtores rurais e profissionais da área do agronegócio. São eles “Inovações e Tecnologias na Aplicação de Defensivos”, ministrado pelo consultor Marcos Nascimbem Ferraz, e “Operador de Drone Agrícola”, que terá como instrutor o consultor Vicente Cornago, incluindo aulas práticas. 

 

O AgroBIT ainda contará com um Encontro dos Gestores de TI, no qual o objetivo é debater em conjunto os problemas setoriais nas suas especificidades do agro. 

 

Premiações 

 

O encerramento do AgroBIT Brasil 2022 será marcado pelo anúncio dos vencedores do Prêmio Produtor Rural 4.0, premiação que reconhece produtores rurais que utilizam inovação e tecnologia em seus processos, serviços ou produtos, contribuindo de forma efetiva na melhora dos resultados. 

 

Concorrem ao prêmio os produtores Karl Milla, Egon Milla e Robert Milla (Condomínio Milla), Bruno Reinhofer, Robert Reinhofer, Eduardo Reinhofer e Hilde Reinhofer (Grupo Reinhofer), Carla Sanches Rossato (Fazenda Bom Jesus), Maurício e Eduardo (Sementes Aurora), Edson Zanin (Fazenda Paredão), Leôncio Paiva Ariosi (Fazenda Alto Alegre) e Edson Carlos Garcia (Fazenda São Manoel).  

 

Também, no último dia do evento, acontece a competição entre as dez startups finalistas do Smart Farm Mapa Conecta, evento realizado pelo Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa) em parceria com Sebrae, AgroValley, SRP, Go Agritech, Cocriagro e FB Group. 

 

A iniciativa tem como objetivo conectar startups a investidores e aceleradoras, a fim de escalarem seus negócios com soluções para a cadeia produtiva de grãos. Concorrem ao prêmio, Acronex, de Primavera do Leste (MT); Agrointeli, de Campo Grande (MS); iCrop, de Uberlândia (MG); iRancho, de Goiânia (GO); Eureciclo e Ignitia, de São Paulo (SP); MyEasyFarm, de Piracicaba (SP); NCB Sistemas, de São José dos Campos (SP) e Tarvos e Tau Flow, de Campinas (SP). 

 

Já pensando em 2023, equipes multidisciplinares poderão se inscrever no Hackathon com o objetivo de criar soluções e estratégias inovadoras de marketing para a 6ª edição do AgroBIT Brasil, no próximo ano.  

© Copyright 2022 Grupo Tarobá