Linha 4

Publicidade

Professores e servidores da área da saúde da UEL recebem vacina contra a gripe

Da Redação

Foto: Vivian Honorato

A vacinação contra o vírus influenza, causador da gripe, começa nesta quarta-feira (12) para os servidores da Universidade Estadual de Londrina que atuam na área da Saúde, em setores localizados no Campus.  Serão vacinados os agentes universitários, residentes, alunos e professores da Clínica Odontológica Universitária (COU), do Hospital Veterinário (HV); do Ambulatório de Especialidades do Hospital Universitário (AEHU); da Farmácia Escola e do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT).

O público-alvo da campanha pode se dirigir à Divisão de Assistência à Saúde da Comunidade (DASC) amanhã, das 14 às 17 horas, e na quinta-feira (13), das 9 e às 17 horas. O ambulatório fica no subsolo do Ambulatório de Especialidades do Hospital Universitário (AEHU), no Campus.

Professores – De acordo com a chefe da DASC, enfermeira Margarete de Araújo Andrade, os professores da Universidade devem agendar junto ao portal da Prefeitura de Londrina. “Estamos priorizando, neste momento, os servidores que estão atuando presencialmente”, ressalta. Com uma eventual sobra de doses, deve haver uma ampliação da campanha para servidores não cobertos.

Para tomar a vacina da gripe, o servidor que já foi imunizado contra a COVID-19 deve aguardar de 14 a 21 dias. Nesses casos, com o prazo completo, o servidor deve procurar o Hospital Universitário (HU/UEL) para tomar a vacina.

HU/UEL – Enquanto abrem para a comunidade do Campus, os servidores do DASC fazem um arrastão para completar a vacinação de todo o Hospital Universitário (HU/UEL): professores, servidores, estudantes, residentes, corpo técnico, zeladores, entre outros.

Segundo Margarete, cerca de duas mil doses da vacina contra a influenza já foram aplicadas em todo o Hospital – processo que ainda deve levar alguns dias para terminar. “No HU, o processo é mais demorado por conta da janela que deve existir entre a aplicação da vacina contra a covid-19 e a da gripe. Ainda devemos nos concentrar aqui na próxima semana.”

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade