Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Servidores da UPA do Jardim do Sol cobram mais segurança para trabalhar

21/08/19 às 07:39 - Escrito por Redação Tarobá News

O Ministério Público foi acionado nesta terça-feira (20) por uma advogada contratada por servidores da UPA do Jardim do Sol, que cobram mais segurança para trabalhar. Na última segunda-feira (19) um segundo episódio de briga foi registrado. A Secretaria de Saúde deve implantar portas e vai pedir ajuda à Guarda Municipal.

A atmosfera de violência continua na Upa do Jardim do Sol. O Secretário de Saúde confirmou que os servidores começaram a receber ameaças até por telefone. O clima na Unidade de Saúde que muitas vezes já era tenso quando havia demora no atendimento ficou ainda pior. Nesta segunda-feira dois pacientes brigaram dentro da Upa.

De acordo com a Guarda Municipal um deles era morador de rua. O que também foi registrado em vídeo. Mas o caso de maior repercussão foi no último domingo (18). Um técnico de enfermagem agrediu um paciente. O crime foi gravado por uma testemunha. O funcionário foi afastado e responde a um procedimento administrativo disciplinar na corregedoria geral do município.

O caso também está sendo investigado pela Polícia Civil. Nós conversamos com uma advogada contratada pelos servidores da UPA. Ana Honorato, foi até o Ministério Público para cobrar mais segurança aqui, mas não quis dar entrevista. A reclamação de acordo com ela é antiga, desde 2017 os funcionários recebem ameaças, e sofrem agressões verbais.

Diante da crise e ânimos acirrados nos próximos dias portas com sistema de segurança vão ser instaladas aqui e a secretária de saúde acionou a Guarda Municipal para estar mais presente.


Reportagem Heloisa Pedrosa

© Copyright 2022 Grupo Tarobá